Jair Messias Bolsonaro [VIDEO] (PSL) comentou novamente sobre o uso de armamento de fogo no país. “Da próxima vez quero ver 200 pessoas armadas aqui dentro”, disse ele, sob aplausos, ao participar de um almoço em um restaurante de Curitiba.

“A arma, mais que a defesa da vida é a garantia da nossa liberdade”, finalizou o parlamentar. Eduardo Bolsonaro [VIDEO], que é filho do parlamentar, também estava acompanhando o pai na cidade curitibana. Sobre esse fato, muitas pessoas comentam que se as armas fossem liberadas no país, a violência iria aumentar mais ainda.

Por outro lado, existem algumas pessoas que defendem o armamento para o cidadão de bem, comentando que a criminalidade iria diminuir se a população possuísse uma arma de fogo em casa.

Esse caso gera muita polêmica, pelo fato de algumas pessoas se posicionarem a favor e outras contra.

Alguns especialistas em segurança pública, comentaram que a população não está preparada para receber esse tipo de armamento em casa. No ano passado, o parlamentar apareceu com alguns armamentos de grosso calibre, comentando que irá disponibilizar o armamento para todos.

Quem é Jair Bolsonaro?

Jair Messias Bolsonaro é um político federal que é filiado do Partido Social Liberal (PSL). Antes de começar na vida política, Bolsonaro exercia a função de capitão do Exército brasileiro, onde permaneceu durante alguns anos na instituição. Nas eleições gerais de 2014, foi o deputado federal mais votado do estado do Rio de Janeiro com pouco mais de 464 mil votos válidos.

O parlamentar é diferenciado dos demais políticos pelo fato dele defender ideologias diferentes, como a diminuição da maioridade penal e a liberação de arma de fogo para toda a população.

Diante disso, muitas pessoas ficam interessadas nas propostas do político. Em 2017, Bolsonaro teve envolvido em um grande escândalo, após algumas pessoas descobrirem que ele possuía uma mansão em Angra dos Reis, localizada no Rio de Janeiro.

Durante algumas semanas, o parlamentar virou notícia em todos os jornais online, pelo fato dele possuir uma residência que não era compatível com a sua renda. Sobre isso, Bolsonaro se pronunciou sobre o fato através da sua página no Facebook, comentando que a casa foi comprada anos atrás, quando o estado do imóvel era crítico. Ele informou que ia reformando a casa aos poucos, com dinheiro limpo e honesto. A partir dessa declaração, muitas pessoas deixaram de comentar o caso.

No mesmo ano, a empresa JBS depositou R$200 mil reais na conta do parlamentar, para que esse dinheiro fosse usado em sua campanha eleitoral. Bolsonaro não aceitou o dinheiro e fez questão de devolver.