Na tarde desta última terça-feira (01), Jair Messias Bolsonaro foi empossado como o 38º presidente da República Federativa do Brasil e nomeou os 22 ministros que irão integrar seu governo.

Com poder para intervir diretamente nas secretarias pertinentes as suas áreas, já nesta quarta-feira (02), o Ministro da Educação, Vélez Rodriguez, anunciou que a Secadi (Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão) será desmontada.

Ministro da Educação escolhido por Bolsonaro anuncia extinção de secretaria voltada para surdos e outros grupos

Após ser oficialmente nomeado ministro do governo Bolsonaro, Vélez Rodriguez começou a exercer seu mandato e a primeira ação do novo representante da educação foir abolir a atual Secadi (Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão) e criar a subpasta Modalidades Especializadas.

De acordo com uma reportagem divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo, a iniciativa do novo ministro não passa de uma manobra a fim de eliminar as temáticas de direitos humanos, de educação étnico-raciais, bem como a própria palavra diversidade do governo atual.

A nova modalidade deverá atuar diretamente com o objetivo de articular as ações de educação especial (sendo elas extensivas a jovens e adultos), educação no campo (agricultura), indígena e quilombola.

Michelle Bolsonaro discursa em favor dos brasileiros portadores de deficiência

Durante a cerimônia de posse de Jair Bolsonaro em Brasília, a atual primeira-dama, Michelle Bolsonaro fez um discurso em linguagem de sinais, se dirigindo diretamente ao público surdo-mudo que acompanhava o momento histórico.

Os Ministérios do governo Bolsonaro

O governo Bolsonaro terá os seguintes ministérios: Ministério da Casa Civil, Ministério da Economia, Ministério de Ciência e Tecnologia, Ministério da Agricultura, Ministério da Educação, Ministério do Meio Ambiente, Ministério do Turismo, Ministério do Banco Central, Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Ministério de Relações Exteriores, Ministério de Desenvolvimento Regional, Ministério de Infraestrutura, Ministério de Defesa, Ministério de Cidadania e Ação Social, Ministério da Saúde, Ministério da Justiça, Controladoria-Geral da União, Secretaria-Geral da Presidência da República, Advocacia-Geral da União, Secretaria de Governo e Gabinete de Segurança Institucional.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!