O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (9) ter como provar que se elegeu no primeiro turno nas eleições de 2018. A declaração foi dada durante viagem aos Estados Unidos.

"Eu acredito que, pelas provas que tenho em minhas mãos, que vou mostrar brevemente, eu tinha sido, eu fui eleito em primeiro turno, mas no meu entender houve fraude", disse. Diante disso, o presidente comentou que pretende aprovar no Brasil "um sistema seguro de apuração" de votos

Nos comentários do Twitter oficial do “Jornal da Record”, que divulgou a informação, os internautas deixaram vários comentários expondo suas opiniões sobre o assunto.

Um dos seguidores do jornal comentou que o presidente estaria desenterrando assunto morto e que isso não importa para um povo tão sofrido.

Viagem aos Estados Unidos

O chefe do Governo do Brasil voou para os Estados Unidos no último sábado (7). Jair Bolsonaro já tinha agendado um jantar com o presidente Donald Trump.

Foi divulgado pelo Palácio do Planalto os compromissos que Bolsonaro cumpriria no país. Segundo informações do documento, ainda no sábado os presidentes trataram de assuntos militares e comerciais.

Depois que assumiu o governo do Brasil, Bolsonaro completou sua quarta viagem para os Estados Unidos. No dia 8 foi firmado o acordo de cooperação militar. A cerimônia feita para comemorar a parceria foi realizada no Comando Sul (U.S.

Southern Command). O presidente Jair Bolsonaro esteve presente na solenidade, que aconteceu na Flórida.

Segundo matéria do G1, é a primeira vez que um chefe de governo brasileiro visita uma unidade militar americana. O tenente-brigadeiro Botelho e o almirante de esquadra Craig Feller, ambos chefes do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas do Brasil, juntamente com Jair Bolsonaro, assinaram o acordo de cooperação militar.

Durante sua estadia no país, Bolsonaro se reuniu com empresários norte-americanos. O economista Carlo Barbieri, que participou do encontro, deu entrevista ao “Jornal da Record News”. Segundo ele, o Brasil precisa de credibilidade e investimentos estrangeiros com intuito de atrair empresários norte-americanos para investir no Brasil, mas o que atrapalha na sua visão é a lentidão para aprovar as reformas necessárias no Congresso, prejudicando o andamento da economia no Brasil.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Corrupção
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!