Ainda durante a noite da última terça-feira (14), em uma conversa com a equipe do Ministério da Saúde, o atual ministro Luiz Henrique Mandetta chegou avisar que o presidente da República Jair Bolsonaro já está procurando um sucessor para o seu cargo. É o que informa o Jornal do Comercio, vinculado ao Portal NE10.

Devido aos fatores, Mandetta teria afirmado que ele será demitido ainda essa semana. Entretanto, existiria uma espécie de acordo para que ele espere Bolsonaro encontrar o seu substituto para deixar de ocupar o cargo. Essas informações foram veiculadas pelo jornal Folha de S.Paulo dias atrás.

É possível pontuar que também durante a noite de terça-feira, Luiz Henrique Mandetta concedeu uma entrevista coletiva, que aconteceu no Palácio do Planalto. Posteriormente, ele realizou a reunião citada anteriormente e alguns membros do Ministério da Saúde teriam sugerido que ele pedisse demissão imediatamente. Entretanto, Mandetta recusou essa sugestão.

Ainda é válido ressaltar que desde o inicio da pandemia do novo coronavírus Jair Bolsonaro e Luiz Henrique Mandetta vêm se desentendendo e chegaram a apresentar divergências. Bolsonaro chegou até mesmo a fazer ameaças públicas de demitir o atual ministro da Saúde.

Também é válido destacar que o presidente da República chegou a manifestar que não estava satisfeito com a forma como Mandetta está liderando a crise de saúde em questão.

Para o presidente, toda a insistência do ministro no distanciamento social é um dos principais pontos de confronto entre os dois, visto que Bolsonaro defende que o isolamento deve acontecer somente para grupos específicos de pessoas, de forma que a econômica do Brasil não seja tão afetada pela pandemia.

Entrevista de Mandetta no Fantástico gera polêmica

Ainda no último domingo (12), Luiz Henrique Mandetta chegou a conceder uma entrevista para o Fantástico, programa jornalístico exibido pela Globo. Durante a entrevista em questão, ele contrariou explicitamente as afirmações de Jair Bolsonaro e ainda afirmou que é necessário ter um único ponto de vista defendido dentro do Governo federal.

Também durante a sua entrevista, Mandetta destacou que o presidente está pensando sobre fatores econômicos enquanto o Ministério da Saúde está focado em proteger vidas humanas. Durante a sua fala, o atual ministro da Saúde também ressaltou que a população do Brasil se sente bastante confusa por ouvir coisas distintas de figuras de autoridade e que é necessário unificar o pensamento.

Todos os fatores citados acabaram por custar uma parte do apoio que Mandetta possuía entre os ministros, em especial com a ala militar. De acordo com os ministros em questão, a entrevista de Luiz Henrique Mandetta para o Fantástico representou um desrespeito à hierarquia, além de ter sido um descumprimento de uma ordem de Jair Bolsonaro, que afirmou que todas as coletivas de imprensa do ministério da Saúde deveriam ser feitas no Palácio do Planalto e supervisionadas por Walter Braga Netto, o atual ministro da Casa Civil.

Siga a página Política
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!