O jornal Folha de S.Paulo afirmou que Moro teria pedido sua demissão após uma decisão de Jair Bolsonaro, atual presidente da República. Segundo informações publicadas pelo jornal, o presidente teria comunicado a Moro que Maurício Valeixo iria deixar seu cargo na diretoria-geral da Polícia Federal. Tal anúncio acabou indo contra o que Moro esperava, o que o motivou a pedir a demissão.

Assim que a vontade e decisão do presidente foi manifesta, Sergio Moro também tomou sua decisão, por sua vez, pedindo a demissão de seu cargo. O fato de Bolsonaro haver alterado a questão do comando da polícia federal não agradou Moro.

Segundo algumas informações, Bolsonaro havia pedido para que Braga Netto, ministro da Casa Civil, e Luiz Eduardo Ramos, que faz parte da Secretaria de Governo, também ministro, para que ambos pudessem persuadir Moro a desistir da ideia de deixar sua posição. Porém, pelo que se sabe, Moro foi claro ao dizer que caso Valeixo deixe seu cargo no comando da polícia federal, ele pedirá formalmente sua demissão também.

Mudanças na PF

Essa declaração do presidente sobre possíveis mudanças no comando da Polícia Federal não teria sido citada pela primeira vez só agora, segundo informações, no decorrer do ano passado, o presidente, Jair Bolsonaro, já havia dito sobre sua intenção na troca do diretor-geral.

Na época, Moro também se posicionou contra a decisão, mas Bolsonaro havia sido firme em dizer que a decisão era sua. ‘’Está na lei que eu indico e não o Sergio Moro. E ponto final’’, declarou o presidente na época em que Moro teria dito ser contra sua decisão.

Na reta final do ano de 2019, Bolsonaro também havia tido outro acontecimento, também com relação direta à polícia federal.

Além de suas diferenças e decisão a respeito de Valeixo, o presidente, anteriormente, já havia pensado e tentado fazer a alteração do superintendente do estado do Rio de Janeiro, na Polícia Federal.

Por fim, Saadi acabou perdendo seu cargo, onde Carlos Henrique Oliveira Sousa, natural de Pernambuco, que o substituiu posteriormente.

Moro é um dos nomes mais influentes no governo de Jair Bolsonaro, sendo atual Ministro da Justiça e Segurança Pública, cargo esse que está em posse há mais de um ano, juntamente com Bolsonaro.

Em geral, Moro é conhecido por partilhar das ideias do presidente, porém não se sabe como ficará a situação após o ocorrido, se Moro deixará ou não seu cargo, ou quem poderá ser seu sucessor e também o sucessor do comando da PF.

Segundo um artigo publicado pelo UOL, o Ministério da Justiça não confirmou a informação de que o ministro Sergio Moro teria realmente pedido demissão.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Sergio Moro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!