Na última terça-feira (19), o deputado Gil Vianna (PSL-RJ), de 54 anos, faleceu em decorrência do novo coronavírus. De acordo com informações veiculadas pelo G1, o falecimento do parlamentar aconteceu por volta das 22h, em um hospital particular localizado na cidade de Campos de Goytacazes, no Rio de Janeiro.

As informações citadas anteriormente foram confirmadas ao G1 por meio da assessoria de imprensa de Gil Vianna. O deputado era um dos pré-candidatos à prefeitura de Campos de Goytacazes e também já atuou como vereador na cidade em questão.

É possível afirmar ainda que Vianna era um policial militar reformado.

Atualmente, ele estava no seu segundo mandato na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), além de estar no posto de liderança do PSL, partido ao qual pertencia, no órgão citado.

Conforme o abordado pelo G1, Gil Vianna estava internado no Hospital Unimed e tentava se recuperar da doença. Entretanto, ele acabou não resistindo a Covid-19 e faleceu. O deputado deixou uma esposa e três filhos.

Além da assessoria de imprensa do deputado, a Alerj também chegou a confirmar o seu falecimento através de uma nota.

É possível afirmar que o deputado do PSL começou a manifestar os primeiros sintomas da doença em questão ainda no início do mês de maio. Na ocasião, ele estava no Rio de Janeiro e chegou a realizar um teste para confirmar se estava infectado com o novo coronavírus.

Após o resultado positivo e devido aos sintomas apresentados por Gil Vianna, ele acabou sendo internado. Essa internação, em um primeiro momento, aconteceu em um leito clínico. Entretanto, ao longo da última semana, o quadro do parlamentar a presentou piora e ele precisou ser encaminhado para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Novo coronavírus atinge números alarmantes no Brasil

É possível afirmar que a situação relativa à pandemia do novo coronavírus tem se tornado cada vez mais agravada no território do Brasil. Ao encontro do que foi destacado, é possível citar as informações do site G1, fornecidas pelo próprio Ministério da Saúde ainda na última terça-feira.

Na data destacada, pela primeira vez desde o início da pandemia, o Brasil chegou a registrar mais de 1 mil óbitos em um único dia. Além disso, conforme os números oficiais do órgão competente, o país já soma mais de 17 mil mortes por Covid-19 e mais de 271 mil casos confirmados da doença.

Atualmente, o estado de São Paulo continua na liderança quando se fala sobre número de casos e óbitos. Ele é seguido pelo Rio de Janeiro no ranking em questão e também por Pernambuco, Cerará e Amazonas, que são os cinco estados brasileiros mais afetados pela pandemia até o presente momento.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!