Nesta última quinta-feira (4) o presidente brasileiro Jair Bolsonaro declarou que agora está definido que acontecerá o pagamento de mais duas parcelas do auxílio emergencial que está sendo distribuído pelo Governo para os trabalhadores informais e pessoas que se encaixam nos parâmetros e foram afetadas pela crise do coronavírus.

No entanto, foi divulgado pelo presidente ainda que o valor em questão será menor do que os R$ 600 iniciais que foram definidos pelo governo.

A informação a respeito do futuro do auxílio emergencial para as pessoas que estão recebendo o benefício agora foi divulgado pelo próprio presidente através da live semanal que é feita por ele e transmitida nas redes sociais oficiais de Bolsonaro.

Na transmissão, Bolsonaro afirmou que havia definido junto com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que o benefício agora contaria com a quarta e quinta parcela, que não haviam sido divulgadas em um primeiro momento quando o auxílio foi definido.

O presidente ainda justificou o fato de que o valor agora será mais baixo do que o das três primeiras parcelas. Ele alegou que esse valor será menor para que possam partir para um fim, e alegou que a decisão de diminuir o valor vem do fato de que cada vez que é pago o auxílio emergencial soma um valor de quase R$ 40 bilhões, e destacou que este valor é mais do que os 13 pagamentos do Bolsa Família. O presidente justificou dizendo que o estado não aguentaria distribuir o valor total nas duas próximas parcelas do auxílio.

Na transmissão ao vivo ainda, Bolsonaro declarou que agora espera que os trabalhadores informais voltem a trabalhar, e que o comércio volte a funcionar normalmente.

Bolsonaro fala sobre desemprego na pandemia

O presidente falou a respeito também das pessoas que perderam seus empregos neste momento de crise causada pelo coronavírus, que espera que agora elas possam voltar a trabalhar normalmente.

O auxílio emergencial que está sendo distribuído pelo governo foi aprovado pelo Congresso Nacional em abril deste ano, e previa o pagamento de três parcelas no valor de R$ 600 para os trabalhadores informais, beneficiados pelo Bolsa Família e pessoas que possuem uma baixa renda.

Até o momento mais de 59 milhões de pessoas tiveram o benefício aprovado pelo governo.

O novo valor, porém, que foi destacado pelo presidente brasileiro que será distribuído não foi divulgado até o momento.

Ainda na transmissão, Bolsonaro chegou a antecipar que pode acontecer agora um aumento no valor do benefício do Bolsa Família, que é pago atualmente para 14 milhões de famílias no país, que estão em situação de pobreza ou de extrema pobreza.

Contudo, o valor do eventual aumento que acontecerá ainda deve anunciado pelo governo, como foi garantido por Bolsonaro. Na transmissão, o presidente apenas citou que o valor poderá aumentar, mas sem dar datas de quando isso deve entrar em vigor.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!