Parece que o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está ganhando criticas até dos seus apoiadores que não concordam com a indicação de ministro do STF (Supremo Tribunal Federal). Depois de receber críticas de Sara Winter, também recebeu críticas do comentarista da CNN Brasil Caio Coppola.

O caso aconteceu durante o programa "O Grande Debate", que é um dos destaques da emissora e foi ao ar na noite dessa segunda-feira (5). Ao que parece, ele se mostrou contra a indicação de Kassio Nunes para o STF.

Internautas ficaram surpresos com a postura de Coppola, que fez duras críticas a essa indicação à Suprema Corte, e seu nome atingiu a lista dos assuntos mais comentados da rede social Twitter dessa terça-feira (6).

Segundo Caio, não seria a primeira vez que Bolsonaro contraria seu discurso de campanha de endurecer contra o crime e também contra a impunidade.

O combate à corrupção, segundo Coppolla, sofre um grande abalo com inúmeras desarticulações da Lava Jato e as demissões de procuradores em massa. O comentarista ainda destaca que a atuação de Bolsonaro tem decepcionado.

Caio Coppola sofre críticas de bolsonaristas

Os comentários de Coppola não agradaram muito os apoiadores do Bolsonaro e, ao que parece, não é o único a fazer parte da lista dos chamados “comunistas”, apontados pelos bolsonaristas como a oposição do governo.

Na manhã da última segunda-feira (5), a apoiadora declarada de Bolsonaro Sara Winter também faz parte da lista dos desprezados.

Ela gravou um vídeo em que se mostra bastante decepcionada com as posturas de Bolsonaro e da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Segundo Winter, muitas pessoas perguntaram a ela se houve quem apoiou ou se houve algo da parte da ministra Damares, e ela se absteve de responder.

Salientou, porém, que não teve nenhuma visita de Damares.

Ela confessa, ainda, que tem horas que quer “gritar” pedindo a ajuda de alguém, porém, não tem nenhuma pessoa. Winter ainda disse que ela própria terá que levantar e resolver seus problemas, e nem Bolsonaro e nem Damares ajudarão.

Os internautas apoiadores do Bolsonaro fizeram várias criticas a Winter, chamando-a de “traidora”.

Numa entrevista ao portal Brasil Sem Medo, que foi veiculada nesse domingo (4), Winter disse estar “cancelada” pela direita. Ela ainda reforça que o sentimento que teve foi de abandono, pois ninguém ligou para ela.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!