Uma nova pesquisa de intenção de voto, realizada pelo Instituto Ibope e divulgada pela TV Globo nesta segunda-feira (9), revelou novos números na corrida pela Prefeitura de São Paulo, com aumento da vantagem de Bruno Covas (PSDB) e mudança no segundo lugar.

A pesquisa ouviu entre os dias 7 e 9 de novembro 1.204 eleitores na cidade de São Paulo, com 16 anos ou mais. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos.

De acordo com os números, o atual prefeito paulistano agora conta com 31% das intenções de voto. No levantamento passado, divulgado em 30 de outubro, o tucano aparecia com 26% da preferência do eleitorado.

A principal mudança nessa nova pesquisa foi com relação ao possível adversário de Covas em um eventual segundo turno. Guilherme Boulos (PSOL) segue com os mesmos 13% da pesquisa anterior, mas agora aparece em segundo lugar.

Isso porque Celso Russomano (Republicanos), perdeu oito pontos percentuais em relação à pesquisa anterior e agora aparece na terceira colocação, com 12%, tecnicamente empatado com Márcio França (PSB), que oscilou um ponto para baixo e agora aparece com 10% das intenções de voto.

Na quinta colocação aparece o candidato do PT, Jilmar Tatto, com 6% das intenções de voto, mesmo índice da pesquisa anterior. Já Arthur do Val "Mamãe Falei" (Patriota) subiu dois pontos e agora tem 5%.

Joice Hasselmann (PSL) segue com 2% das intenções de voto. Andrea Matarazzo (PSD), Levy Fidelix (PRTB) e Orlando Silva (PCdoB), têm cada um 1% da preferência dos entrevistados.

Votos brancos e nulos totalizam 11%, enquanto que eleitores indecisos ou que não quiseram responder somam 5%.

Votos válidos e disputa no segundo turno

Já quando levando em conta apenas os votos válidos, que são os que determinam se haverá ou não seguindo turno, Bruno Covas passa a ter 38% das intenções de voto, cenário que ainda torna improvável que o pleito seja decidido já no próximo domingo. Para se eleger em primeiro turno o candidato precisa ter metade mais um dos votos válidos.

Na segunda posição aparecem empatados Boulos e Russomano, com 15% cada, enquanto que Márcio França é o quarto colocado, com 12%.

Em um eventual segundo turno, Covas levaria a melhor contra todos seus adversários. Se a disputa for contra Russomano, Covas teria 54% contra 22% do candidato do Republicano. Já na disputa com Boulos, o tucano venceria por 52% a 24%, enquanto que na disputa com França o atual prefeito teria 47% contra 30% do ex-governador.

Pesquisa espontânea e rejeição

Na pesquisa espontânea, quando não é apresentada ao entrevistado uma lista com no nome dos candidatos, Bruno Covas é citado por 22% das pessoas ouvidas. Boulos aparece na sequência com 10%, seguido de Russomano (7%) e França (5%).

A pesquisa também quis saber em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum e como mais de um nome pode ser apontado, o total ultrapassa os 100%.

Russomano aparece em primeiro lugar com 41% de rejeição. Seguido de Guilherme Boulos e Joice Hasselmann, ambos com 25%, Levy Fidelix (21%), Jilmar Tatto (20%) e Bruno Covas (17%).

Siga a página Eleições
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!