Uma pesquisa realizada pelo instituto Datafolha apontou que 52% da população brasileira não responsabiliza o presidente Jair Bolsonaro pelas mortes ocorridas durante a pandemia. Os números foram divulgados na edição deste domingo (13) do jornal Folha de S.Paulo. O número de mortos no Brasil por conta do coronavírus ultrapassa a marca dos 181 mil. A pesquisa também revelou o índice de aprovação do governo, governadores, prefeitos e do Ministério da Saúde.

O levantamento, feito via telefone, ouviu 2.016 pessoas de todo o Brasil entre os dias 8 e 10 de dezembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para menos ou para mais.

Ainda de acordo com a pesquisa, 38% das pessoas ouvidas apontam que o presidente tem responsabilidade nas mortes, mas não é o principal culpado. Já 8% apontam o chefe do executivo como principal responsável, enquanto que 2% não souberam responder ao questionamento.

O levantamento do Datafolha também revelou que 53% dos entrevistados acreditam que o país não fez o que era necessário para evitar a quantidade de mortes. Para 22% dos entrevistados o país fez o que era necessário para evitar as mortes, enquanto que outros 22% acreditam que nada que fosse feito evitaria o elevado número de vítimas. Outros 4% dos indagados não souberam responder ao questionamento.

Questionamento anterior

Um levantamento anterior, feito entre 11 e 12 de agosto, revelaram números um pouco diferentes.

Na ocasião, 47% dos entrevistados isentavam Jair Bolsonaro de culpa pelas mortes na pandemia.

Já 41% consideravam que ele tem culpa, mas não é o principal responsável, enquanto que 11% apontavam o presidente como o principal culpado pelas mortes.

Aprovação do presidente segue estável

A pesquisa realizada na semana passada também revelou o índice de aprovação do presidente Jair Bolsonaro.

Para 30% dos entrevistados o desempenho de Jair Bolsonaro à frente da presidência é ótimo ou bom. O índice é o mesmo da pesquisa anterior, realizada entre os dias 11 e 12 de agosto.

Já 42% dos entrevistados consideram o governo Jair Bolsonaro como ruim ou péssimo. No levantamento anterior o percentual era de 43%.

Outros 27% consideram como regular o governo de Jair Bolsonaro.

Na pesquisa anterior esse percentual era de 25%.

Ministério da saúde, governadores e prefeitos

O Datafolha ainda questionou os entrevistados sobre o desempenho do Ministério da Saúde e 36% das pessoas ouvidas o apontaram como sendo regular, 35% avaliam como ótimo ou bom e outros 27% como péssimo ou ruim.

Já em relação ao desempenho dos governadores, 41% consideram como sendo ótimo ou bom, 30% como ruim ou péssimo e 28% como regular.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!