Aconteceu na noite desta quinta-feira (4) mais uma tradicional live do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A conversa com os internautas ocorre sempre nas redes sociais do presidente no Facebook e YouTube. Destaque para os comentários de Bolsonaro sobre a vacinação contra a Covid-19 no país.

Busca das vacinas

No início da live, Bolsonaro procurou rebater as críticas sobre a demora na busca dos imunizantes contra o coronavírus.

“Desde meados do ano passado, o Brasil vem contratando laboratórios buscando vacinas. Alguns teimam em dizer que nós não nos preocupávamos com vacinas.

Só o ano passado foram três medidas provisórias contratando vacinas. A última, na verdade, não contratou, mas abriu crédito de R$ 20 bilhões para comprarmos vacinas, em dezembro do ano passado. (...) Eu sempre disse, havendo a certificação por parte da Anvisa, nós compraremos aquela vacina, não interessa qual país seja o fabricante”.

O presidente também respondeu aos opositores sobre sua atuação no controle da pandemia.

“Essas narrativas que somos negacionistas e não acreditamos em vacinas. Aquela história toda pra boi dormir, como fizeram na minha campanha em 2018. Disseram que eu era racista, misógino [risos], éramos um montão de coisas e nada daquilo o povo acredito que era verdade e nós fomos vitoriosos nas eleições.

E agora fica história de negacionista e terraplanista. Só um idiota mesmo pra acusar, hoje, alguém no Brasil de terraplanista. Mas idiotas é que não falta aqui, em especial do lado da esquerda no Brasil”.

Bolsonaro afirma que Brasil terá 400 milhões de doses da vacina contra a Covid-19

Segundo Jair Bolsonaro, milhões de vacinas já foram compradas.

“Temos contratados 400 milhões de doses [de vacinas] até janeiro do ano que vem. (...) E temos 178 milhões em tratativas. Neste mês de março, agora, teremos no mínimo 20 milhões de doses disponíveis. (...) E para o mês seguinte [abril] teremos no mínimo mais 40 milhões de novas doses. Então, o Brasil, hoje, é um dos países que mais vacina no mundo em valores absolutos”, elogiou o presidente.

Até a última segunda-feira (1°), o Brasil já havia administrado 8,4 milhões de doses das vacinas contra a Covid-19.

De acordo com o Our World in Data, ligado a Universidade de Oxford, os Estados Unidos lideram o número de imunizados no mundo com 75 milhões de doses. O Brasil está em sexto lugar. Com relação à taxa por habitantes, nosso país ocupa a 47ª posição, com 39,7 doses aplicadas para cada 100 mil habitantes. O levantamento foi divulgado pelo órgão internacional no último dia 1º.

Ainda na live, como em outras oportunidades, o presidente disse que não haverá obrigatoriedade para se vacinar.

“A vacina da nossa parte será voluntária, vai toma quem quiser. Nós jamais vamos obrigar ou criar sanções pra quem por ventura não tomar a vacina”, informou o político.

Como de praxe, desde o início da pandemia, em outros momentos da live Bolsonaro voltou a criticar o isolamento social. Ele disse ainda que nos próximos dias sairá uma comitiva do Brasil para Israel e trazer um spray de combate à fase grave da Covid-19. O medicamento mencionado está na fase inicial de estudos.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!