O pastor Silas Malafaia, da igreja evangélica Assembleia de Deus Vitória em Cristo, confirmou que contraiu o coronavírus. O pastor informou para o jornal Folha de S.Paulo que ele e sua esposa foram diagnosticados com o coronavírus, entretanto, tranquilizou a todos ao dizer que ele e sua família estavam bem. Apesar disso, o líder religioso optou por cancelar um encontro que estava agendado com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). O encontro estava marcado para acontecer nesta segunda-feira (29).

Silas Malafaia cancela encontro com Bolsonaro

Após ser diagnosticado com a Covid-19, o pastor achou melhor não estar presente no encontro programado com o presidente. O objetivo do encontro era fazer um jejum e orações para Deus ajudar a nação brasileira a enfrentar a pandemia que já vitimou mais de 300 mil pessoas em todo o país.

Para a mídia, o pastor falou que cancelou o evento com Bolsonaro porque após ser detectado com o vírus deve permanecer em casa, sem contato com pessoas. Ele disse que tem que esperar a liberação médica para poder sair novamente.

Esposa de Silas Malafaia já se recuperou da Covid-19

O líder religioso comunicou ao jornal Folha de S. Paulo que sua esposa Elizete Malafaia já está bem e se recuperou da Covid-19, bem como seus filhos.

Ele afirmou que em 2020, ele e sua família fizeram tratamento precoce contra a doença, usando K-2, ivermectina e vitamina D. Entretanto, este “tratamento contra Covid-19” não possui comprovação científica, apesar de ser tão defendido por Bolsonaro e por alguns simpatizantes do líder executivo.

Silas revelou que além dele, sua esposa, dois genros, dois filhos e sua neta contraíram o coronavírus, porém todos já se recuperaram.

Ele disse não ser imune ao vírus e o fato de trabalhar com pessoas e prestar atendimento para muita gente, o deixa vulnerável a contrair o vírus. O pastor disse que mesmo fazendo o atendimento de máscara, o fato de estar constantemente lidando com pessoas o deixou suscetível a contrair o coronavírus. Ele garantiu que apesar de estar infectado se encontra bem.

Alinhado ao discurso de Bolsonaro, Silas Malafaia critica lockdown

Para a Folha, Malafaia se mostrou alinhado às ideias defendidas por Bolsonaro sobre a crise sanitária. O pastor criticou a quarentena mais rígida e lockdown, pois segundo ele, as sequelas econômicas oriundas do isolamento não compensam. Ele acredita que não há saúde com economia destruída.

Além disso, ele defendeu o uso de medicamentos contra a Covid-19. Malafaia afirmou que nunca negou uso de remédios e que sempre pregou que os doentes precisam de remédios.

Silas também sempre se mostrou a favor da abertura de templos religiosos neste momento de pandemia porque acredita que as igrejas ajudam as pessoas a se tranquilizarem e buscarem paz neste momento de crise.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Religião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!