Agentes da Brigada Militar de Porto Alegre encontraram, após uma perseguição policial na região metropolitana, um corpo de um homem no interior de um automóvel na madrugada desta quarta-feira (19). De acordo com os agentes que participaram de toda ação, a vítima estava dentro do porta-malas do veículo, sobre jornais velhos e completamente enrolado em um cobertor, e teria sido quase decapitado, pois apresentava um ferimento bastante profundo na região do pescoço.

Ao término da perseguição, quatro pessoas acabaram detidas, sendo três adultos e um menor de idade. Com o adolescente, as autoridades conseguiram apreender uma pistola de calibre 9 milímetros.

Tudo aconteceu quando uma guarnição da Polícia Militar da região reconheceu um automóvel, que havia sido roubado, circulando na Rótulas das Guias, no bairro Cidade Baixa, na região central da capital Porto Alegre.

Foi então que iniciou-se uma perseguição contra o veículo, que teve seu fim na rua Brasiliano de Moraes, no bairro IAPI, na Zona Norte da capital, quando os ocupantes do carro resolveram descer do veículo para tentarem fugir a pé. Com a descida dos homens do veículo, eles ainda trocaram tiros com os policiais, mas acabaram sendo presos. Em meio a uma revista no interior do carro, o corpo acabou sendo encontrado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Após a descoberta da vítima, as autoridades acionaram o Instituto Geral De Perícias (IGP) até o local para que fossem realizados os primeiros trabalhos investigativos. Conforme os agentes, a vítima ainda não foi identificada pelo IGP até a manhã desta quarta-feira.

Na ação da polícia um homem conseguiu fugir

Ainda segundo os agentes policiais, no momento da fuga cinco homens estariam dentro do automóvel, mas um conseguiu fugir do local.

A polícia ainda não sabe ao certo onde a morte do homem teria ocorrido, e que provavelmente os ocupantes do veículo estariam procurando um local a ermo para realizar a desova do corpo.

De acordo com o delegado da Delegacia de Homicídios responsável pela investigação do caso Leandro Bodóia, os homens estavam circulando com o veículo pela via e acabaram dando o azar de baterem de frente com uma viatura da Polícia Militar que estavam realizando o patrulhamento na região e acabaram sendo detidos após a perseguição.

Depois de serem detidos, o menor apreendido foi devidamente encaminhado à Delegacia de Polícia para Crianças e Adolescentes, e os demais foram enviados para a Delegacia de Homicídios da capital.

A polícia irá investigar o caso, e tanto o adolescente quanto os demais envolvidos ficarão a disposição da justiça para os demais esclarecimentos dos fatos relacionados.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo