Depois de confessar ter matado seu pai e sua mãe com golpes de faca, um homem, de 30 anos de idade foi preso por agentes da Polícia Civil na noite de sexta-feira (14), em Bom Jesus, na Serra do Rio Grande do Sul.

De acordo com o delegado responsável pelo caso da Delegacia de Polícia da cidade de Vacaraia, Carlos Alberto Defári, na tarde de sexta-feira, as autoridades foram comunicadas por familiares da vítimas que o casal estava morto no interior de uma fazenda onde trabalhavam como caseiros, na localidade de Mandaçais.

Ao chegarem no local indicado, os agentes se depararam com um corpo de um homem, com diversos ferimentos causados por uma faca, e também uma mulher, que teria sido degolada e em sua cabeça tinha um ferimento causado por uma arma de fogo. O casal foi identificado como Gomerciano Rodrigues da Silva, de 61 anos de idade, e sua esposa, Maria do Carmo Fonseca da Silva, de 57 anos. De acordo com os agentes, os dois teriam sido mortos na terça-feira (11).

No início das investigações, os policiais civis acreditavam na possibilidade de o casal ter sido morto por conta de um latrocínio (roubo seguido de morte). Mas, momentos depois da chegada dos agentes, o filho das vítimas chegou ao local utilizando o automóvel dos pais, e começou a se enrolar ao responder as perguntas dos policiais. Depois de alguns questionamentos, o homem acabou assumindo que cometeu os assassinatos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Segundo o delegado Carlos Defári, o homem disse em depoimento que estava com muita vontade de usar drogas no momento do crime e seu pai não quis lhe dar dinheiro para o consumo e nem deixou que ele apanhasse objetos da casa para que ele trocasse por entorpecentes. Com isso, ele esperou os dois dormirem e acabou cometendo as mortes.

Ainda segundo o delegado, no momento em que o homem foi preso ele estaria voltando ao imóvel para apanhar mais pertences com o intuito de trocar por drogas.

O homem foi preso em flagrante

O delegado ainda menciona que mesmo que os crimes tenham sido realizados na terça-feira, quase três dias antes da prisão, os agentes entenderam que o homem deveria ser enquadrado em flagrante por duplo homicídio qualificado, pois ele não deu chances para os pais se defenderem. Com isso, o filho das vítimas teve sua prisão preventiva decretada e encaminhado para um complexo penitenciário na região de Vacaria, onde ficará à disposição da justiça para os demais esclarecimentos dos fatos.

“Lamentamos muito o que aconteceu, foi um crime muito triste, mas enaltecemos todos os nossos agentes que conseguiram realizar um ótimo trabalho para a solução rápida de todo o caso”, diz o delegado de Vacaria

Os corpos do casal foram devidamente enviados para o Departamento Médico Legal (DML), onde serão periciados.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo