Agentes da Polícia Civil estão trabalhando para tentar encontrar os suspeitos de terem assassinado a sargento reserva Terezinha Alfredo, de 51 anos de idade, após uma tentativa de assalto ocorrido por volta das 21h da noite desta terça-feira (24), na zona sul de Porto Alegre. O crime teria ocorrido na rua Atílio Superti, no bairro Vila Nova, e segundo a Brigada Militar da região, pelo menos dois suspeitos que estavam em um automóvel Fiat Palio Weekend, de cor branca, teriam sido os responsáveis pelo crime, mas ainda não é descartado a participação de mais pessoas que poderiam ter ajudado dupla.

Tiro no abdômen

De acordo com informações do jornal G1, Terezinha havia saído de casa para passear com seu cachorro quando foi surpreendida pelos criminosos em uma calçada. Após anunciarem o assalto a vítima foi atingida por um disparo de arma de fogo na região do abdômen. Os criminosos então levaram a bolsa da mulher e fugiram do local rapidamente no automóvel.

Terezinha ainda foi socorrida por populares que estavam no local e uma ambulância do Serviço Móvel de Urgência (Samu) foi chamada para socorrer a vítima.

Terezinha foi levada para o Hospital Vila Nova e em seguida foi transferida para o Hospital de Pronto Socorro, mas acabou não resistindo aos ferimentos e foi a óbito na madrugada desta quarta-feira (25).

Suspeito foi detido e depois liberado

Após a ocorrência policiais militares percorreram a região e acabaram detendo um suspeito que foi ouvido na delegacia e depois foi liberado por faltas de provas.

De acordo com a polícia, um porteiro que trabalha em um prédio próximo do crime e que teria ajudado a socorrer a vítima teria escutado apenas um único disparo na hora da ação dos criminosos.

Os policiais agora irão analisar as imagens das câmeras de segurança da região para tentar identificar os assassinos e testemunhas também serão ouvidas. O caso está sendo tratado como latrocínio (roubo seguido de morte).

Terezinha teria ingressado na carreira em 1990 atuando na área administrativa do Departamento da Brigada Militar.

Em sua rede social, a vereadora e também coronel da reserva Comandante Nádia realizou uma postagem comentando sobre o ocorrido. “Perdemos nossa guerreira, Sargento Terezinha Alfredo. Ela saiu de casa para caminhar com o cachorro, foi assaltada e levou um tiro. Foi operada no HPS, mas não resistiu, faleceu nesta madrugada. Muito triste” explicou a coronel.

Também em uma postagem o vice-governador e secretário de Segurança Pública do estado Ranolfo Vieira Júnior escreveu: “ Em meio a crise em que estamos hoje recebemos nesta madrugada a triste informação sobre a morte da sargento reserva da Polícia Militar Terezinha Alfredo por conta de um assalto.

Meus sentimentos a todos os familiares e amigos”.

Ainda em sua postagem, Vieira Júnior explicou que os meios de segurança pública não medirão esforços para encontrar os responsáveis pelo crime.

Não perca a nossa página no Facebook!