Matéria publicada no jornal Extra nesta quinta-feira (15) mostra a ex-governadora do Rio de Janeiro e ex-prefeita da cidade de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho, em sua mais nova empreitada. A esposa do também ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho agora ganha a vida como doceira.

Rosinha recebeu a reportagem do jornal carioca vestida de rosa e esta também era a cor da maioria dos equipamentos encontrados na cozinha do apartamento de Rosinha na Praia do Flamengo.

A ex-governadora levou por volta de dois meses para transformar a cozinha de seu imóvel na zona sul do Rio em um local para a fabricação e venda de doces feitos sob encomenda.

Mão na massa

A ex-moradora do Palácio Laranjeiras conta que o espaço foi adaptado por ela mesma. Ela está com seus bens bloqueados pela Justiça, mas garante que a mudança na vida profissional não foi motivada somente pela questão financeira.

Rosinha diz que sempre foi apaixonada por cozinhar e que sempre cozinhou para a família. "É uma paixão antiga", afirma Rosinha.

Agora a atividade tornou-se algo além de um hobby, diz ela, que se aventurando fazendo brigadeiros gourmet e chocotones.

Ela informa que sua produção caseira é simples e detalha como adaptou sua cozinha para exercer a atividade.

Superação

Comparada a Maria da Paz, da novela “A Dona do Pedaço”, Rosinha vê na personagem uma história de superação, assim como na sua própria história, garante ela.

Filiada ao Patriota, ela evita comentar sobre política, diz que seu início na vida pública começou naturalmente e dá a entender que poderia ter trilhado um outro caminho no mundo artístico.

A ex-governadora afirma ser apreciadora de teatro e música, mas ressalta que a vida nem sempre segue nossos próprios desejos.

Sua nova rotina agora é "bater perna".

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Polícia

Ela afirma que faz compras na Saara, redes atacadistas e até mesmo faz a xepa das feiras.

Rosinha, analogamente à personagem do folhetim global, diz vender doces até na rua e relata, orgulhosa, que conseguiu vender 40 brigadeiros no local onde faz o cabelo.

Desvio de recursos

O casal Garotinho voltou às manchetes no último mês após ser preso novamente depois que a Justiça derrubou o habeas corpus concedido pelo desembargador Siro Darlan.

Eles foram acusados de superfaturamento em contratos firmados entre a Prefeitura de Campos dos Goytacazes, norte fluminense, e a construtora Odebrecht.

O objetivo era a construção de casas populares feitas nos dois mandatos de Rosinha como prefeita. Esta foi a quinta passagem de Anthony Garotinho pela prisão e a terceira de Rosinha. Ambos ficaram presos menos de um dia.

O ministro do STF, Gilmar Mendes, mandou soltá-los e determinou que o casal cumprisse medida cautelar, com a entrega de passaportes e a proibição de que eles entrem em contato com testemunhas e outros investigados no caso.

Após terem deixado a prisão, o casal Garotinho foi denunciado mais uma vez pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, no começo deste mês.

Agora, eles estão sendo acusados de lavagem de dinheiro e peculato. De acordo com a denúncia, os crimes ocorreram em 2006, durante o mandato de Rosinha no governo do Rio.

Nesta época, seu marido atuava como seu secretário de Estado. O MP afirma que o casal desviou a quantia de R$ 650 mil com o intuito de financiar a campanha de Garotinho para presidente da República, no mesmo ano.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo