Neste último sábado (29), o arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, solicitou que os celebrantes das missas da Igreja Católica orientasse os fiéis a evitarem dar as mãos na hora do "Pai Nosso". Essa ação foi tomada após o surgimento dos primeiros 24 casos de suspeitas de coronavírus na Bahia.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que os dados oficiais sobre a existência do coronavírus no estado só serão divulgados após confirmação das reais suspeitas pelo Ministério da Saúde do Brasil. O que ainda não aconteceu devido aos procedimentos e horários distintos entre os órgãos para apresentação dos boletins diários.

De acordo com o arcebispo, o momento do "abraço da paz" será omitido e os sacerdotes, diáconos e ministros não distribuirão as hóstias na boca dos fiéis, e sim nas mãos. Dom Murilo pediu que os religiosos incentivem os fiéis a ficarem atentos a todas as orientações das autoridades sobre o risco de contrair o coronavírus Covid-19 que já chegou ao Brasil.

Solicitação da igreja na prevenção ao coronavírus

Na paroquia Santa Cruz, assim que começou a missa a arquidiocese fez questão de que o padre Lázaro lesse as recomendações para manter os cuidados de prevenção da proliferação da infecção provocada pelo coronavírus Covid-19.

De acordo com o padre Lázaro, tais atitudes serão difíceis de ser tomadas, pois na Bahia o povo é bastante afetuoso e gosta de abraços, mas que nesse momento é preciso prevenir a saúde e a vida, que coincidentemente é tema da Campanha da Fraternidade para o ano de 2020.

Cuidar da vida é um alerta de que "nosso pastor" não deseja a proliferação das enfermidades. O padre ainda ressaltou que tais mudanças não diminuem o poder da fé.

Para a psicóloga Liliane Ramos, segundo informações publicadas no portal G1, se Deus dá aos homens inteligência para descobrir tais enfermidades e anunciá-las significa que podemos preveni-las, mesmo que seja na casa de Deus.

Já a dona de casa Antônia Araújo completou dizendo que a fé continua "enorme no coração", mesmo sem o abraço.

A igreja também tomou o cuidado de colocar postes de álcool em gel na porta da igreja com a finalidade de evitar que os fiéis sejam acometidos por esse mal que está assolando todos os países do mundo.

Em nota, a arquidiocese recomenda:

  • Omitir o abraço da paz
  • Não dá as mãos na oração do Pai Nosso
  • Distribuir a comunhão na mão, invés da boca
  • Estar atentos as orientações das autoridades de Saúde

Os casos de coronavírus notificados na Bahia

A Bahia registrou 24 casos suspeitos de Covid-19 até a última sexta-feira (28), mas 15 foram descartados por não se enquadrarem nas definições da Organização Mundial de Saúde (OMS). De acordo com a Sesab os casos notificados ocorrem nos municípios de: Salvador (14), Itabuna (4), Camaçari (2), Jequié (1), Tucano (1), Feira de Santana (1) e Jacaraci (1).

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), informou que 5 dos casos suspeitos estão em análise laboratorial, os demais foram descartados da análise, em primeira instância.

Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Religião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!