Poucas situações são tão dignas de consideração quanto o da Liberdade. Isto porque liberdade não é simplesmente um conceito ou um termo que possa ser definido facilmente. Liberdade é uma problemática complexa que envolve um dos instintos mais arraigado do ser humano: o poder de ter autonomia e espontaneidade.

Para a Filosofia, liberdade é a capacidade que o homem possui de agir segundo o seu livre arbítrio, de acordo com a própria vontade. Ou seja, é a sensação de estar livre e não depender de ninguém. Para o idealismo, ser livre é viver sem regras, sem normas, sem moral. Será que existe ou existirá alguém capaz de viver assim?

De acordo com o filósofo Jean-Paul Charles Aymard Sartre (1905-1980), pensar a liberdade implica em refletir sobre a própria condição humana.

Ele dizia: “A liberdade é a condição ontológica do ser humano. O homem é antes de tudo, livre". E essa liberdade é, inevitavelmente, escolha pela dignidade coletiva.

Por outro lado, Karl Marx (1818-1883), afirma que a liberdade humana é uma prática dos indivíduos, e ela está diretamente ligada aos bens materiais. Segundo este filósofo, os indivíduos manifestam sua liberdade em grupo, e criam seu próprio mundo, com seus próprios interesses. No entanto, alertava Marx: “Não é a consciência do homem que lhe determina o ser, mas, ao contrário, o seu ser social que lhe determina a consciência”.

Dessa forma, o direito à liberdade é uma necessidade natural no ser humano. Ao nascer e dar o primeiro grito, através do choro, é a primeira manifestação do ser humano em busca da liberdade. Dessa forma, todo ser humano valoriza a liberdade, porque ela é uma manifestação da vontade e só através dela é possível a realização pessoal.

Os melhores vídeos do dia

A liberdade é uma das questões primordiais da vida humana. E na atualidade, a questão da liberdade vem ganhando cada vez mais destaque, talvez porque falte em algum lugar. Ou seja, compreender o que é a liberdade talvez seja a forma mais eficaz de exercê-la. A liberdade é, sem dúvida, a esperança de dias melhores, de sociedades melhores, de pessoas melhores.

O que caracteriza o ser humano é a capacidade da recusa de tudo aquilo que lhe aprisiona. Dessa forma, a liberdade eleva a capacidade humana de realização. Enquanto ser livre, o ser humano se realiza na relação consigo mesmo, com o outro, com a metafísica, com a arte, com a poesia, com a medicina, enfim, com a literatura. A liberdade eleva à condição humana a vivência da ética e a libertar-se de toda forma de escravidão.