Disponível na Netflix desde a última sexta-feira (29), o filme "Estrada Sem Lei" (The Highwaymen) é mais uma incursão do diretor John Lee Hancock no universo de histórias reais que contam episódios marcantes da história americana.

O filme "Estrada Sem Lei" entra para a lista de incríveis histórias reais acontecidas nos Estados Unidos que despertaram o interesse do diretor.

A produção original da Netflix mostra a caçada empreendida por dois policiais veteranos que culminou na morte do casal de assaltantes Bonnie e Clyde.

Mais uma vez é vista a maneira sóbria como Hancock conta uma história. Essa característica do diretor foi vista, por exemplo, em Fome de Poder, o que rendeu críticas negativas ao filme.

O mesmo acontece em "Estrada Sem Lei", que poderia ter menor duração (o filme tem duas horas e doze minutos).

O roteiro do filme é de John Fusco e difere de outras produções que contam a história de dois dos mais Famosos criminosos da América.

Diferentemente do longa mais famoso sobre a dupla de criminosos, "Bonnie & Clyde - Uma Rajada de Balas" (1967), com Warren Beatty e Faye Dunnaway, o casal de assaltantes quase não é visto em cena.

No longa de Hancock, as atenções estão voltadas para os dramas dos policiais que os caçam, vividos por Kevin Costner e Woody Harrelson.

O filme mostra a idolatria que boa parte da população americana da década de 1930 demonstrava pelo casal de criminosos. Os dois eram enxergados como versões modernas do mítico ladrão Robin Wood, que roubava dos ricos para dar aos pobres. A diferença é que Bonnie e Clyde deixavam um rastro de violência e morte por onde passavam, o que era demonstrado pelos assassinatos cruéis de policiais que cruzavam seu caminho.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Televisão

Outro ponto abordado pelo filme é a atuação da mídia no caso, o que mostra uma característica negativa de algumas empresas de comunicação, a espetacularização da notícia.

Os temas abordados, infelizmente, ainda são modernos na sociedade atual.

O diretor já havia levado para as telas os filmes: "Um Sonho Possível" (2009), que contra a história de uma mulher que adota um adolescente negro que mais tarde viria a se tornar um grande astro do futebol americano, "Walt nos Bastidores de Mary Poppins" (2014), que mostra o conturbado relacionamento entre Walt Disney e a escritora de Mary Poppins durante a produção do longa sobre a babá com poderes mágicos, e "Fome de Poder" (2016), no qual é contado um pouco da surpreendente história da fundação do McDonald's.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo