Na quarta-feira (27) à noite, o Athletico-PR venceu o Grêmio por um placar de 2 a 0. Com o resultado positivo em casa, o Furacão agora se vê mais perto do G4 na tabela do Brasileirão, igualando com o Tricolor Gaúcho com seus 59 pontos.

Apesar da vitória, o Athletico-PR só fica atrás do Grêmio por conta do saldo de gols. Com isto, o Tricolor ainda permanece em quarto lugar, e o clube Paranaense, em quinto.

O atacante Rony, do Athletico, foi o "homem do jogo". Já pelo lado do Grêmio, além de ter tido dificuldades de criação, Tardelli foi expulso ao perder a paciência com o jogador adversário, chutando o rival por trás.

A expulsão só abalou ainda mais o Tricolor.

Rony foi eleito o destaque da partida. O atacante camisa 7 jogou bem. Intenso, ele não se intimidou com a marcação de Alisson nem com a de Galhardo.

Gols do encontro

O primeiro gol da partida saiu aos 32 minutos do primeiro tempo. Márcio Azevedo tabelou com Rony, avançou e finalizou com um chute forte ao gol, aproveitando o ângulo que lhe restava.

Persistente e sólido, o Athletico seguiu com seu estilo de jogo no segundo tempo.

O esforço do time foi recompensado. Mesmo já estando na frente do placar, um toque de mão do jogador do Grêmio fez o juiz consultar o VAR (árbitro de vídeo). Irritado, o jogador do Grêmio Walter Kannemann foi atrás do juiz, o que resultou em cartão amarelo.

Após consulta ao VAR na cabine, o árbitro Bruno Arleu de Araújo marcou a penalidade. Aos 18 minutos, Nikão bateu alto e ampliou a vantagem do time da casa, sem chances para o goleiro Paulo Vitor.

Análise do jogo

O Athletico-PR jogou leve.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Futebol Grêmio

Já o Grêmio não conseguiu criar e nas oportunidades que teve não conseguiu impor seu ritmo ao Furacão. Há quem diga que a falta de articulação pelo lado do Grêmio se deu pela falta de Maicon. O Tricolor resolveu apostar nas bolas longas e cruzamentos, e em uma dessas oportunidades o time gaúcho quase fez um gol de cabeça com Alisson.

Por não criar, o Grêmio ficou vulnerável, piorando seu desempenho no segundo tempo, o que permitiu que o Athletico tocasse mais a bola pelo meio com muita tranquilidade.

O Athletico dominou a partida, vencendo o Grêmio com autoridade e pressionando o adversário com velocidade, mesmo sem grandes responsabilidades quanto à competição.

O clube paranaense poderia ter uma vitória mais flexível, mas faltou sorte e precisão.

Em um desses momentos, o jogador Matheus Henrique, do Grêmio, errou a saída de bola, forçando Paulo Vitor a fazer uma defesa salvadora no que seria o gol de Marcelo Cirino.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo