Em 1984, o filme “Karatê Kid – A hora da Verdade” se tornou um verdadeiro fenômeno mundial ao contar a trajetória de um adolescente que era vítima de bullying (termo que na época sequer era utilizado) e que buscava se conhecer e encontrar seu lugar no mundo. Um tema recorrente em qualquer lugar do planeta.

A produção se tornou uma franquia com quatro filmes e também virou uma série de animação. Passados 34 anos da primeira aventura, os rivais Daniel LaRusso (Ralph Macchio) e Johnny Lawrence (William Zabka), se reencontram na série “Cobra Kai”. A produção foi lançada originalmente em 2018 pelo YouTube Premium, o serviço pago da plataforma de vídeos.

A série já possui duas temporadas que tiveram boa recepção da crítica e do público. A Netflix adquiriu os direitos de exibição da produção depois da desistência do YouTube Premium de dar continuidade à trama. “Cobra Kai” estreou na Netflix na sexta-feira (28). Ainda que a terceira temporada tenha sido finalizada antes da pandemia do novo coronavírus, a Netflix provavelmente só irá lançar a continuação da saga no próximo ano.

Em time que está ganhando não se mexe

É inegável o apelo que “Cobra Kai” tem com o público que acompanhou a saga original na década de 1980. Mesmo que a produção conte basicamente a mesma história, dessa vez com personagens diferentes, a série tem um roteiro inteligente que buscou boas soluções para acompanhar a trajetória da vítima Daniel LaRusso e do agressor Johnny Lawrence.

O espectador verá que houve uma mudança drástica no perfil destes dois personagens. Ainda que a trama seja centrada na trajetória de dois homens de meia-idade, fica por conta do elenco jovem da trama repetir a história que foi contada décadas atrás.

Johnny Lawrence

A trama é contada a partir do ponto de vista do vilão do filme de 1984.

Mais de 30 anos depois da derrota sofrida para o protagonista, o primeiro episódio mostra o momento em que o personagem perde a luta para Daniel LaRusso e passa para os dias atuais em que mostra um homem que está pagando por seus erros do passado. Johnny é um perdedor que vive sozinho em Los Angeles, ele trabalha fazendo bicos e não mantém contato com o filho de 16 anos.

O personagem é assombrado pelo sucesso de Ralph Macchio, que se tornou um bem-sucedido empresário, dono de uma rede de concessionárias. Johnny se sente perturbado por a todo instante ter que encarar as propagandas na TV e em outdoors de seu rival na adolescência.

São impagáveis os momentos em que Lawrence mostra toda a sua inadequação com os novos tempos, o ponto de virada na trama acontece quando ele salva Miguel (Xolo Maridueña), de ser espancado por um grupo de jovens.

Miguel então pede para que Johnny lhe ensine karatê para se defender dos valentões da escola. A partir de então, surge uma relação de amizade entre os dois, como aconteceu na trama original entre o sr. Miyagi (Noriyuki "Pat" Morita) e “Daniel San”.

Entretanto, Johnny Lawrence está bem longe de ter a paciência e a sabedoria do mestre japonês. Sendo assim, é o adolescente que na verdade lhe ensina várias lições de vida.

Daniel LaRusso

Se era fácil simpatizar com o jovem protagonista de “Karatê Kid”, o mesmo não pode ser dito sobre o agora adulto Daniel LaRusso. O personagem é apresentado como tendo uma vida perfeita, com sucesso, dinheiro, mas talvez seja por isso mesmo que LaRusso se apresente como um homem entediado e que busca novos desafios em sua vida.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Seriados
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!