A Netflix estreou mais uma temporada do projeto do cineasta Mike Flanagan (Doutor Sono). Flanagan é o criador de "A Maldição da Residência Hill" e agora está de volta com "A Maldição da Mansão Bly".

A atual temporada não tem conexão com a anterior. Ambas são capitaneadas por Flanagan e ainda têm o mesmo elenco em papéis diferentes.

Estão de volta: Victoria Pedretti, kate Siegel, Henry Thomas, Oliver Jackson-Cohen. Entram no prrojeto: Catherine Parker, Amelia Eve, T'Nia Miller, Rahul Kolhi, Benajmin Ainsworth e Amelie Bea Smith.

Assim como "A Maldição da Residência Hill" foi baseada em um clássico da literatura de terror, o mesmo acontece com "A Maldição da Mansão Bly".

Enquanto a primeira foi baseada em "A Assombração da Casa da Colina", da autora Shirley Jackson, a última foi inspirada em "A Outra Volta do Parafuso", de Henry James.

A trama

Danielle Clayton (Victoria Pedretti) é uma jovem estadunidense que se mudou para a Inglaterra. Desempregada há um tempo, ela tenta uma vaga como uma espécie de babá para duas crianças.

Dani então é entrevistada por seu possível empregador, Henry Wingrave (Henry Thomas), um advogado poderoso que se mostra bem exigente para contratar quem irá cuidar de seus sobrinhos Milles (Benjamin Evan ainsworth) e Flora (Amelie Bea Smith), as crianças ficaram órfãs depois que os pais morreram em um acidente na Índia.

A entrevista não deu muito certo para a protagonista, mas ela acabou conseguindo o emprego por ter insistido com Henry, que acabou confessando que tem dificuldade de achar alguém que ocupe a vaga deixada por Rebecca Jessel (Tahirah Sharif), que morreu na Mansão Bly.

Dani então consegue o emprego, ela trabalha ao lado de Owen (Rahul Kohli), um simpático cozinheiro, a compenetrada, porém amistosa governanta Hannah Grose (T'Nia Miller) e a jardineira Jamie (Amelia Eve), que inicialmente parece ser uma pessoa distante, que aparenta gostar mais de plantas do que de seres humanos.

Não demora muito para que a protagonista perceba que algo de estranho está acontecendo naquela casa, como deixa claro o comportamento dos irmãos Milles e Flora.

Primeiro episódio

A série de 9 episódios, com duração média de 55 minutos cada, inicia com um primeiro episódio "perfeitamente esplêndido" –esta expressão é usada diversas vezes por Flora.

A trama é transposta do final do século dezenove para 1987, mas isto só fica claro pela fala dos personagens, pois ela parece ser ambientada poucas décadas antes.

Assim como no livro em que "A Maldição da Mansão Bly" é baseada, a história é narrada para um grupo de pessoas.

Depois de um primeiro episódio primoroso em que a série conta uma história com um ritmo cadenciado em que os poucos sustos são distribuídos de forma eficiente, a trama se afasta do caminho promissor do terror para enveredar para o drama.

A produção então se dedica a mostrar para o público as peças do complexo quebra-cabeças que é a trama.

Antes de chegar à mansão habitada por fantasmas, a protagonista já tinha na bagagem seus próprios problemas com o mundo sobrenatural.

Este arco, que é fundamental para a construção da personagem, acabou ficando sem sentido na trama.

Último episódio

O arco principal da é resolvido antes dos dez minutos iniciais do último capítulo. O que deixa então o restante do episódio como sendo uma espécie de epílogo gigante.

Como é dito por um dos personagens da série, a história contada se trata não de uma história de fantasmas e sim de uma história de amor.

Siga a página Seriados
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!