A Uber divulgou nesta quinta-feira (26), nos EUA, alguns recursos novos que já estão disponíveis no Brasil e outros que serão implementados dentro de semanas ou meses. Entre as novidades da nova versão do aplicativo de transporte de passageiros estão a integração com o Eats, informações sobre o transporte público local e um recurso para segurança dos ciclistas.Segundo declaração do CEO da empresa, Dara Khosrowshahi, "a Uber começou com viagens de carro (...) e agora queremos tornar a Uber o sistema operacional do seu dia a dia: seja a forma como queira se deslocar, seja o serviço que você precisar".

Integração de pedidos

Na parte do transporte público, o aplicativo irá informar as opções adicionais de deslocamento, como ônibus, metrô e trens, com informações de itinerário em tempo real. Este serviço já está disponível em cidade como Londres (Inglaterra), Sidney (Austrália), Chicago (EUA) e Denver (EUA). São Paulo será uma das cidades contempladas dentro de alguns meses. Em Denver, essa novidade possibilita inclusive a compra de passagens diretamente no aplicativo.

O usuário poderá escolher um trajeto que inclua a corrida do próprio Uber e outras opções mistas de transporte público, tudo integrado na nova interface. A empresa está trabalhando para firmar parcerias com empresas de transportes e assim disponibilizar essa facilidade em mais cidades.

O Uber Eats, que alcançou a marca de 1 bilhão de pedidos em todo o mundo, era um aplicativo específico e agora estará integrado ao aplicativo principal da Uber.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Tecnologia Tendências

Em fevereiro incluiu a opção do cliente dispensar talher descartável, guardanapos e canudos, para colaborar com a prevenção do meio ambiente. E em breve incluirá uma opção simplificada para que as pessoas alérgicas ou com restrições alimentares possam fazer pedidos personalizados. A junção do aplicativo principal com o Eats começará em nove cidade no mundo, incluindo o Brasil. Outros países que vão receber a novidade dentro de algumas semanas são Argentina, Peru, México, Chile, Portugal, Sri Lanka, Índia e EUA.

O terceiro lançamento é um sistema de alertas de segurança para proteger ciclistas. O recurso está em testes e já pode ser visto no aplicativo para motoristas em São Paulo e Rio de Janeiro. Trata-se de um alerta que avisa o motorista da existência de ciclovias ou ciclofaixas no trajeto e informa a proibição de circular ou estacionar em locais específicos de tráfego de bicicletas no embarque e no desembarque.

Nos EUA, a Uber possui a opção de locar bicicletas e patinetes elétricos, algo que ainda não tem previsão de chegar ao Brasil.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo