Pocahontas, que é o apelido pelo qual a musa fitness e youtuber Jully Oliveira é conhecida, interferiu nas agressões sofridas por duas mulheres por um motorista de aplicativo. A moça imobilizou o homem e o caso foi parar na Polícia, no último dia 12.

Ainda chocada com os eventos do dia, a moça postou nesta quarta-feira (20) uma entrevista concedida a Reinaldo Gotinno, para o 'Balanço Geral' da Record TV.

Jully afirma que nunca usou seus conhecimentos de artes marciais para agredir ninguém, apenas para defesa. Contou ainda que isso se chama 'maturidade marcial' e que todo lutador deve ter e colocar em prática.

A moça contou que quando viu duas mulheres sendo agredidas, em episódio ocorrido na Marginal Pinheiros em São Paulo, ela não pensou duas vezes e foi ajudar. Havia 15 homens e todos apenas observavam as mulheres, que eram mãe e filha, serem espancadas por um motorista de aplicativo.

Ao mesmo tempo que imobilizava o homem, Jully também se preocupava com o estado de saúde das mulheres agredidas.

Em suas redes sociais, a modelo disse que a confusão começou porque o motorista do carro não queria parar para a mãe vomitar. Por não querer sujar o carro, disse que iria encerrar a corrida.

O socorro e a ida para a delegacia

A moça saiu do carro para socorrer a Mulher que havia ficado no chão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Mulher

Pegou-a no colo e a levou pra outro lugar, enquanto ela pedia que sua filha fosse ajudada.

Pocahontas imobilizou o motorista, colocando-o no chão e amarrando seus braços nas costas. Só então outros homens de aproximaram e um deles ainda disse: "ele estava te quebrando, eu pensei que era seu marido". A modelo ainda deu bronca nos homens, que estavam olhando mas não quiseram ajudar.

De acordo com a moça, que estava acompanhada do namorado Thiago, todos foram para a delegacia e o motorista alegou ter sido espancado por ela.

Nada aconteceu com ele, mas a modelo quase ficou 'encrencada' por ter imobilizado o homem.

Pocahontas postou o vídeo da confusão toda e disse que várias mulheres a procuraram relatando confusões parecidas, envolvendo outros motoristas.

Em sua postagem de hoje, a moça disse: "em briga de marido e mulher se mete a colher sim", e completou: "o braço, o joelho e o que for preciso". Ela termina o post falando sobre sororidade: "E mulheres aprendam a se defender, pq nos dias de hoje somos nos por nós mesmo, eram 15 homens e eu uma MULHER fui a única que interferi pra salvar aquelas duas mulheres".

Os comentários são todos elogiosos de pessoas que já se dizem fã da corajosa mulher que salvou duas outras de agressões de um homem.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo