A novela "O Sétimo Guardião", sucesso das 21h, e exibida na TV Globo, está prestes a chegar ao fim, e algumas denúncias de assédio contra um ator do elenco vieram à tona. Caio Blat, que interpreta o personagem Geandro na trama, está sendo acusado por seis atrizes do folhetim. A informação foi divulgada pelo jornalista LEo Dias, e a Rede Globo teria confirmado a existência das denúncias, porém, o nome das atrizes teria sido mantido em sigilo. Outro ator da Rede Globo foi acusado de assédio e acabou sendo afastado da emissora. À época, José Mayer foi denunciado pela figurinista Su Tonani. Na ocasião, o ator Caio Blat saiu em defesa do colega de profissão.

Publicidade
Publicidade

Comportamento do ator seria recorrente

Segundo informações do site Terra, o jornalista Leo Dias teria afirmado que tal comportamento por parte de Caio Blat já se manifestava há um bom tempo e já estaria incomodando aos que o cercavam. O ator teria promovido um evento em sua casa para comemorar o fim de "O Sétimo Guardião" e teria convidado os colegas de elenco, porém, alguns deles teriam se recusado a comparecer por já terem tomado conhecimento dos fatos supostamente ocorridos.

De acordo com o colunista Leo Dias, a Rede Globo se pronunciou através de um comunicado e afirmou que o caso já estaria sendo analisado. A emissora garantiu que todo relato de desrespeito seria apurado criteriosamente e que a Ouvidoria da empresa já teria sido acionada. Em "O Sétimo Guardião", Caio dá vida ao personagem Geandro, filho do prefeito Eurico (Dan Stulbach), é apaixonado por Lourdes Maria (Bruna Linzmeyer) e tem dificuldades em se adaptar à vida na cidade.

Publicidade

Episódios anteriores de assédio na emissora

Esta não é a primeira vez que um episódio envolvendo assédio contra mulheres vem à tona na Rede Globo. Em 2017, o renomado ator José Mayer foi acusado de assédio pela figurinista Su Tonani. À época, o ator assumiu que havia errado e acabou sendo afastado da emissora. Na ocasião deste episódio, Caio Blat saiu em defesa de José Mayer. Segundo a revista Veja, Caio afirmou em entrevista que o colega não representaria ameaça a ninguém e que não haveria ocorrido intimidação.

O ator contou, ainda, que não concordava com a decisão de afastá-lo, e que tudo não teria passado de uma brincadeira fora de tom na presença de outras pessoas. Ao ser questionado sobre como reagiria se o fato acontecesse com sua esposa, à época Maria Ribeiro, Caio respondeu que isso acontecia com a mulher várias vezes, e que certo tipo de "brincadeira" seria algo cultural e que as pessoas estavam acostumadas a isto. Na ocasião, Caio Blat foi duramente criticado nas redes sociais, após apresentar apoio a José Mayer, inclusive por colegas de profissão.

Publicidade

Leia tudo