Flávio dos Santos, de 38 anos, filho da deputada federal Flordelis (PSD), prestou depoimento à Polícia Civil nesta quinta-feira (20), e confessou ter atirado seis vezes contra o padrasto, Anderson do Carmo, no último domingo (16). Flávio também revelou à polícia que socorreu o pastor, levando-o ao hospital com a ajuda de um irmão, após o crime. A Polícia Civil informou, ainda, que ao realizar buscas na casa de Flordelis em Pendotiba, no município de Niterói, teria encontrado um edredom com vestígios de sangue e materiais que teriam sido queimados no quintal da casa do casal. A hipótese de latrocínio - quando ocorre roubo seguido de morte -, também foi descartada pela polícia no caso do assassinato de Anderson do Carmo.

Flávio teria contado com a ajuda de um irmão

Segundo o site G1, em depoimento à polícia, nesta quinta-feira (20), além de confirmar participação no crime, Flávio afirmou que teria sido auxiliado por um de seus irmãos, Lucas dos Santos, de 18 anos. Lucas é filho adotivo da deputada Flordelis e teria providenciado a arma do crime junto ao irmão. A motivação do assassinato ainda está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG).

Apesar de Flávio afirmar ter disparado apenas seis tiros contra Anderson, o laudo do IML mostrou que a vítima possuía trinta perfurações no corpo, o que também está sendo investigado pela polícia.

Nesta quinta (20), a justiça do Rio de Janeiro já havia acatado o pedido da Polícia Civil para determinar a prisão temporária de Flávio e Lucas dos Santos. O judiciário realizou o pedido após investigadores realizarem uma acareação entre os irmãos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Polícia

Segundo informações da polícia, em depoimento anterior, Flávio havia apenas confessado ter planejado o crime, porém, a equipe de reportagem da TV Globo confirmou que ele assumiu ter realizado seis disparos contra o pastor. Não a informação sobre quem teria disparado os outros tiros que vitimaram o Anderson do Carmo.

Polícia descarta hipótese de latrocínio

Ainda de acordo com o site G1, a hipótese de latrocínio foi descartada pela polícia, pois de acordo com imagens das câmeras de segurança da casa do casal, nenhuma pessoa entrou ou saiu do local.

Durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão no local do crime, a polícia já havia encontrado uma arma no quarto que Flávio utilizava. Para a polícia, não há dúvidas de que a arma encontrada seria a mesma utilizada no crime. Na última quarta-feira (19), durante um depoimento à polícia, o filho biológico de Flordelis teve um mal-estar e precisou ser socorrido por uma equipe médica do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) no interior da delegacia.

Segundo informações do site O Dia, a advogada Luciene Diniz Suzuki, responsável pela defesa dos filhos da deputada, deixou o caso após Flávio dos Santos confessar o crime.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo