Depois que Augusto Liberato faleceu, aos 60 anos de idade, em novembro do ano passado, após um terrível acidente doméstico, sua vida pessoal começou a ser bastante discutida. Isso porque, após a abertura do testamento deixado por ele, sua companheira, Rose Miriam Di Matteo, com quem ele esteve por quase duas décadas, não foi mencionada no documento, tendo que recorrer à Justiça para tentar reaver alguma parte do patrimônio deixado por Gugu e não ficar sem nada.

Rose Miriam fez apelos à Justiça alegando ser companheira de união estável de Augusto Liberato para conseguir receber dinheiro, já que ela e o apresentador não eram casados oficialmente.

Desde que a confusão judicial se iniciou, a relação de Liberato e a médica passou a ser questionada por várias pessoas, que acreditam que o relacionamento dos dois seria de fachada, já que eles não moravam juntos.

Agora, depois de tantos boatos, o site Extra, da Globo, resolveu trazer de volta à tona algumas fotografias mostrando Gugu e Rose Miriam em momentos de carinho, posando como namorados para a Revista Caras, no ano de 1994. Na época, Augusto Liberato deu uma entrevista para a revista e declarou: "Se tiver que casar com ela, eu casarei. Eu gostaria muito de ter filhos". Os dois iniciaram o relacionamento nos anos 80 e o primeiro herdeiro veio ao mundo 7 anos depois.

Rose Miriam aceita receber pensão menor

Ficou acordado na Justiça que a mãe de Gugu Liberato, dona Maria do Céu, de 90 anos de idade, iria ficar recebendo como pensão vitalícia o valor de R$ 163 mil. Após isso, Rose Miriam quis solicitar o mesmo valor que a sogra para ficar recebendo todos os meses. A pensão de dona Maria do Céu chegou ao valor atual depois de correções inflacionárias, mas em 2001, foi definido que ela iria ficar recebendo R$ 100 mil.

O juiz que cuidou do caso da herança de Gugu decretou que Rose deverá receber R$ 100 mil. Apesar de são ser o valor que ela esperava receber no final, a médica preferiu não ir adiante em sua solicitação por aumento. As informações foram fornecidas pelo advogado de Rose para a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo.

Em entrevista recente, a mãe de Gugu, que ainda se mostra bastante abalada com a perda do filho, declarou que nunca iria perdoar a nora, alegando que ela teria mentido ao sair dos Estados Unidos para o Brasil em busca de seus direitos. Segundo Maria do Céu, a médica teria dito que iria a um retiro religioso quando, na verdade, estava buscando parte da herança de Gugu juntamente com seu advogado. A idosa disse ainda que os netos, Marina, Sofia e João Augusto, os três herdeiros do filho, teriam ficado sozinhos enquanto a mãe estava fora do país.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!