No último dia 7, o jornalista Leo Dias insinuou na Rádio Metrópoles 104.1FM que o apresentador Gugu Liberato, morto em novembro do ano passado, aos 60 anos de idade, seria homossexual. O colunista disse ainda que Gugu estaria em um relacionamento com o chef de cozinha Thiago Savatico, que até o momento não se pronunciou sobre o assunto.

Em contrapartida, a médica Rose Miriam Di Matteo, que foi companheira de Gugu por cerca de duas décadas, não gostou nem um pouco da matéria de Leo Dias. Ela afirmou, através de seu advogado, que tem a intenção de processar o jornalista e todos aqueles que tentarem "manchar a honra" de Liberato chamando-o de homossexual.

Rose tem afirmado que ela e o pai de seus filhos vivam como um casal e que todos se relacionavam como uma verdadeira família. Sendo assim, as afirmações do colunista vão contra todo o relato da médica, que luta na Justiça para ser reconhecida como companheira de união estável de Gugu.

Diante das afirmações de Rose Miriam por causa dos boatos sobre o assunto, o público a acusou-a de ter tido um comportamento homofóbico. O advogado da médica decidiu então publicar carta defendendo a cliente.

Carta de Rose é divulgada por advogado

No comunicado escrito por Nelson Williams, advogado de Rose, ele diz que a luta de sua cliente tem sido pela memória de Gugu e para preservar a relação que eles tinham.

O documento ainda revela que a médica respeita os relacionamentos, sejam homossexuais ou não, mas que não deixará de lutar pelos seus direitos, pelos quais vem se manifestando desde o início de sua batalha judicial.

Em outra parte do comunicado, Rose Miriam é citada como representante da mulher brasileira por ter deixado de lado sua profissão de médica para se dedicar a criação dos filhos e cuidados com a família.

O advogado diz ainda que as menções a Gugu como sendo homossexual não têm intenção de falar de sua vida íntima apenas, mas expor de forma maldosa e maliciosa, desestabilizando ainda mais a família, que tem passado por momentos delicados desde que o apresentador faleceu.

"Rose, em absoluto, não acena com preconceitos, muito menos desrespeita a quem quer que seja, o que seria um contrassenso de uma pessoa que está sendo diariamente ofendida, atacada e, por vezes humilhada, sem qualquer razão para tanto", diz o comunicado.

No último domingo (9), um vídeo de Rose foi exibido no "Fantástico", da Rede Globo. Na gravação, a médica falava a respeito de seu relacionamento com Gugu Liberato. Para fortalecer suas alegações de que ela e Gugu era de fato um casal, a médica também chegou a divulgar fotos pessoais dos dois.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!