De acordo com o portal UOL, o jornalista Marcelo Magno Ribeiro Barbosa testou positivo para o coronavírus, após um exame de contraprova. O teste inicial havia dado negativo. O jornalista faz parte do rodízio de apresentadores do "Jornal Nacional" aos fins de semana. A informação foi confirmada pela TV Clube, afiliada da TV Globo no Piauí, na noite da última quinta-feira (19). Marcelo Magno chegou a apresentar o JN no último dia 7. O apresentador estaria internado há quatro dias em uma unidade hospitalar particular no Piauí, seu estado clínico seria grave.

O último boletim médico divulgado afirmou que o apresentador estaria respirando com auxílio de ventilação mecânica. O jornalista é um dos três casos de coronavírus confirmados no Piauí. Até o momento, são mais de 60 casos suspeitos para a COVID-19 no estado.

Pacientes com coronavírus seguem em observação

Segundo o UOL, o secretário estadual de Saúde do Piauí, Florentino Neto, afirmou que os pacientes que testaram positivo para coronavírus e os que estão sob suspeita, seguem sendo acompanhados por especialistas.

O secretário afirmou que seriam três casos confirmados, um proveniente do Rio de Janeiro, outro de São Paulo, e o terceiro com transmissão comunitária no Piauí. Florentino ressaltou que além dos cuidados recomendados pelos médicos, uma busca ativa estaria sendo feita para filtrar pessoas que tiveram contato próximo com os portadores do vírus, para que sejam encaminhadas ao isolamento social.

O governo do Piauí já decretou estado de calamidade pública e decretou o fechamento de shopping, restaurantes, academias, entre outros.

Clínicas de estética e consultórios odontológicos também foram fechados, só serão realizados atendimentos considerados urgentes. Todos os eventos esportivos também foram cancelados.

Casos de coronavírus até o momento

De acordo com o portal G1, as secretarias estaduais de Saúde divulgaram até a manhã desta sexta-feira (20), 650 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, em 22 estados e no Distrito Federal.

O estado do Mato Grosso identificou o primeiro caso de coronavírus, enquanto Pará registrou mas dois casos, e o Acre quatro casos. Na última quinta-feira (19), o Ministério da Saúde afirmou que deixaria de divulgar o número de casos suspeitos, divulgando apenas os casos confirmados e o número de óbitos. Até o momento, são sete mortes no Brasil em razão do coronavírus, duas no Rio de Janeiro e cinco em São Paulo, neste último, o Ministério da Saúde registrou oficialmente apenas quatro mortes. As recomendações principais em meio ao surto referem-se a evitar aglomerações, lavar as mãos e evitar seu contato com boca, olhos e nariz, e dar atenção maior aos idosos e portadores de doenças secundárias.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!