O apresentador Carlos Massa surpreendeu os seus telespectadores na noite desta segunda-feira (16) ao fazer um comentário político na abertura do "Programa do Ratinho", do SBT. O comunicador usou de seu espaço para fazer elogios ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e defendê-lo dos ataques recentes que vem recebendo por parte da imprensa brasileira.

Conhecido de longa data por seu perfil enérgico e por não ter papas na língua, Ratinho adotou um tom bastante irônico diante dos críticos do presidente. Inicialmente, fez questão de mandar um abraço para Jair Bolsonaro e fez elogios ao político, dizendo que ele vem resistindo com enorme bravura às armadilhas postas em seu caminho, sobretudo pelos opositores e com o apoio da imprensa do país.

Ratinho critica a imprensa brasileira

Para Carlos Massa, os jornalistas do país estão sendo desonestos com relação ao governo federal. Ele disse não recordar, em toda a história do país, de um presidente que fosse tão massacrado como está sendo Jair Bolsonaro. Declarou ainda que o político está tentando mudar o panorama da sociedade atual, enraizada na corrupção, missão difícil e que requer o apoio popular, sobretudo por ter que lidar com políticos que não pensam em outra coisa senão em seus benefícios próprios, largando o Brasil à deriva.

Diante da situação, fez votos pessoais para que o colega suporte todas as pressões que vem recebendo, e não desista de sua missão em tocar a política do país.

Ratinho usou bons minutos de seu programa para fazer o desabafo pessoal com relação ao panorama atual vivido no cenário do país com relação ao governo.

Apresentador pede respeito a Jair Bolsonaro

Carlos Massa recordou também que o planeta está vivendo tempos difíceis, sem citar diretamente a pandemia internacional pelo novo coronavírus. Para o comunicador, este cenário prejudica a economia mundial, e o Brasil não ficaria de fora, sendo da mesma maneira afetado.

Em tom irônico, questiona os críticos de Jair Bolsonaro se o presidente seria o culpado de todos estes problemas.

Na sequência, Ratinho pede respeito para os aproximados 57 milhões de votos obtidos pelo presidente nas eleições. Eleito democraticamente, cobrou tal entendimento por parte da população, deixando claro que o governante merece respeito, pois é o legitimado para o cargo.

"É hora de união. Respeitem a vontade de quem elegeu Jair Bolsonaro presidente do Brasil. Respeitem! Vocês não falam tanto em respeito? Então respeitem o voto, p****!”, disse.

Críticas contra a imprensa prosseguem

Para Ratinho, muitos dos jornalistas do país tentam procurar picuinhas dentro do governo com o objetivo de desmoralizar Jair Bolsonaro. Os que o fazem, estariam colocando o país em uma rota catastrófica, prejudicando o Brasil e os brasileiros. Gostem os críticos ou não, o apresentador destaca ser necessário suportar o presidente.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!