Orações e aplausos para Parrerito marcaram o momento que familiares, fãs e amigos prestaram as últimas homenagens ao cantor do Trio Parada Dura. Parrerito morreu neste domingo (13), aos 67 anos, configurando-se em mais uma vítima da Covid-19. Por ser diabético, o músico sofreu complicações de rins e do coração. Segundo o portal G1, o corpo do cantor chegou no bairro de Linda Vista em Contagem, nesta segunda-feira (14), por volta das 14h40. Depois disso, um cortejo com aproximadamente 20 veículos seguiu para o cemitério no Parque Renascer. A Polícia Militar procedeu à escolta da cerimônia até o cemitério.

Parrerito, que deixa esposa, filhas e netos, formava o trio juntamente com Creone e Xonadão.

Nascido em São Fidelis, no Rio de Janeiro, Eduardo Borges (mais conhecido como Parrerito) estruturou carreira como musicista no Trio Parada Dura em Minas Gerais. O cantor sertanejo tinha residência com a família em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Homenagens a Parrerito

Entre as mensagens de artistas e admiradores do trabalho de Parrerito, o componente do Trio Xonadão destacou que seu coração estava partido. Ele também não encontrava palavras para descrever seus sentimentos.

Xonadão agradeceu homenagens feitas ao amigo, enfatizando ainda que a amizade dos dois já tinha 35 anos. O sertanejo Zé Neto, que forma dupla com Cristiano, também manifestou sua tristeza.

Desejou que o amigo siga seu caminho com Deus e disse que esta doença é terrível.

O cantor foi diagnosticado com o novo coronavírus no dia 29 de agosto. Após três dias internado no hospital, ele teve o quadro agravado precisando de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Apesar de grave, o estado de saúde foi considerado estável pelos profissionais de saúde.

Seus pulmões tiveram 50% da capacidade de funcionamento, dificultando a oxigenação do sangue. Não resistindo aos agravos da doença, o cantor sertanejo morreu neste domingo, por volta das 22h.

Comunicado sobre a morte Parrerito

A equipe do Trio Parada Dura, de sucessos como "Fuscão Preto" e "Andorinha", emitiu comunicado informando a morte do sertanejo Parrerito.

A nota relata a tristeza e aperto no coração de todos pelo falecimento de Eduardo Borges, o Parrerito.

Segundo a nota, Parrerito foi internado há 16 dias no Hospital Unimed, em Belo Horizonte, com sintomas do novo coronavírus. Lutou na UTI, porém seu organismo sucumbiu à fadiga da doença. Pelo comunicado, familiares e equipe agradeceram todas as orações e demonstraram o quanto ele era amado por todos.

Os outros dois componentes, Creone e Xonadão, foram submetidos ao teste da Covid-19 e os resultados foram negativos para a doença. A esposa de Parrerito contraiu a doença, mas conseguiu se curar em casa, sem necessidade de internação em hospital.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!