Os episódios finais de "The Walking Dead" chegam ao Star+ no próximo dia 2 de outubro. É o fim da jornada que somou onze temporadas desde que o xerife Rick Grimes, vivido por Andrew Lincoln ("Simplesmente Amor"), acordou de um coma para descobrir que a Terra havia sido devastada por uma epidemia zumbi. Agora sem Grimes, que deixou a história na nona temporada, os sobreviventes seguem na luta pela vida em uma nova sociedade criada a partir do que sobrou da vida anterior.

Lançada em 2010, quando a palavra pandemia ainda pertencia ao passado da gripe espanhola de 1918 ou a conversas entre epidemiologistas, "The Walking Dead" é inspirada nos quadrinhos escritos por Robert Kirkman, Tony Moore e Charlie Adlard.

Publicada a partir de 2003, a série acompanha o xerife Grimes, que é baleado em serviço e entra em coma. Quando acorda, Grimes se vê em um mundo em quarentena por causa de uma epidemia zumbi e, após encontrar-se com alguns sobreviventes, assume a liderança do grupo.

A série parte do mesmo ponto, com Grimes liderando os sobreviventes por altos e baixos, incluindo ataques zumbis, encontros com outros grupos, disputas internas e com outros grupos, luta por recursos e territórios.

Derivados e franquia

O enredo conquistou o público além dos fãs dos quadrinhos, gerando quatro webisode: "Torn Apart" (2011), "Cold Storage" (2012), "The Oath" (2013) e "Red Machete" (2017).

O universo "The Walkind Dead" ganhou ainda três séries.

"Fear the Walking Dead", que acompanha um grupo diferente de personagens que escapam de Los Angeles enquanto os militares colocam a cidade em quarentena. "The Walking Dead: World Beyond" vai para a primeira geração pós-apocalipse zumbi, que cresceu já no mundo em que é preciso viver atrás de muros, mas que nunca experimentou a necessidade de sobreviver a qualquer custo.

Estabelecida como minissérie, "World Beyond" teve apenas duas temporadas. A terceira série, "Tales of the Walking Dead", é uma série em formato de antologia que explora as histórias de alguns personagens da série.

Bastidores

"The Walking Dead" ganhou ainda um programa de comentários. Apresentado após a exibição de cada episódio, "The Talking Dead" discutia o episódio exibido com fãs, produtores e o elenco da série.

Final

"The Walking Dead" atraiu tanto pela história de sobrevivência, e do que aconteceria se subitamente nos víssemos sem os confortos e controles do mundo moderno, como por fazer algo que se tornou mais comum recentemente, matar personagens importantes. Ainda assim, Grimes, o líder inicial, seguiu bem até a nona temporada, quando Andrew Lincoln resolveu voltar para a Inglaterra –a série era filmada nos Estados Unidos–, o que obrigou os roteiristas a redirecionarem a história.

Para a última temporada, a série tem de resolver os destinos de Maggie (Lauren Cohan), Daryl (Norman Reedus), Aaron (Ross Marquand) e Gabriel (Seth Gillian). Novos desastres surgem e não há uma pausa à vista. A vida após a destruição da epidemia zumbi não atingiu um novo normal.

Para quem perdeu a saga, a plataforma Star+ disponibiliza as dez temporadas anteriores, além dos 16 episódios da temporada onze, com o restante dos episódios entrando no dia 2 de outubro.