O câncer no colo do útero é causado por um tumor de ação maligna que surge na parte inferior do útero, próxima a vagina. Ele é o terceiro tipo mais incidente em mulheres, ficando atrás apenas do câncer de mama e colorretal. Como em toda doença, existem causas prováveis para que se adquira um câncer na região uterina, que podem ser:

- Tabagismo precoce

- Relação sexual com muitos parceiros e sem proteção adequada

- Falta de higiene adequada na região íntima

- Muito tempo de uso de anticoncepcionais por via oral

- Sistema imunológico fraco

- Causas genéticas, como histórico da doença na família

Além dessas, outra causa muito comum de incidência de câncer uterino é o HPV, um vírus transmitido principalmente pelo ato sexual sem preservativo, que causa muitas verrugas e lesões na parede do útero.

Publicidade
Publicidade

O HPV não tem cura, mas tem tratamento, que melhora significativamente o problema.

Atualmente, não é tão difícil reconhecer um câncer no útero. Apesar do sintomas nem sempre aparecerem no início do estágio, existem exames que mostram facilmente a existência da doença. Os sintomas são semelhantes para todas as mulheres e incluem, principalmente:

- Sangramento vaginal durante ou após o ato sexual

- Dor constante na região do abdômen

- Dor durante a relação sexual

- Corrimento de cor marrom e com mal cheiro

- Menstruação mais abundante do que de costume

- Sangramento após a menopausa

- Problemas urinários

Se você tem apresentado tais sintomas, não deixe de procurar um médico o mais rápido possível para realizar os exames necessários a fim de diagnosticar o problema. Mesmo tendo os sinais mencionados, não é necessário desesperar-se, pois nem sempre são sinais de câncer e podem ser devido a alguma infecção vaginal.

Publicidade

Ainda que os exames resultem em laudo negativo para a doença, é importante estar buscando sempre prevenir. Evite realizar ações sexuais com muitos parceiros sem proteção ou com parceiros que adquiriram DST's e informe ao seu ginecologista sobre o uso de medicamentos contraceptivos que você está fazendo. Faça anualmente o exame de papanicolau e visite um médico sempre que sentir que algo está errado com sua região íntima para que um possível problema possa ser detectado mais rapidamente e tratado com maior eficácia. Os tratamentos realizados em pessoas diagnosticadas com câncer no útero são a quimioterapia e a #radioterapia, mas podem se abranger a retirada do útero se a mulher não quiser mais ter filhos. #cancer #quimioterapia