Quando as #pessoas choram, alguns sinais surgem e, em primeiro lugar, eles aparecem nos #olhos, que ficam vermelhos e marejados, desse modo, sabe-se que alguém está prestes a soltar as #lágrimas. Além disso, o rosto fica com um semblante mais triste e sofrido, mostrando assim, quando o choro vai surgir.

Mas mesmo com tudo isso, embora pareça estranho, ao contrário do que muitos pensam, essas gotículas de lágrimas não surgem dos olhos, mas sim do cérebro! Entenda melhor este mecanismo.

De onde saem as lágrimas?

No cérebro humano, existe uma área chamada 'sistema límbico', que é dedicada especialmente à formação das lágrimas e que consequentemente é dedicada ao controle das emoções.

Publicidade
Publicidade

Ou seja, o que podemos concluir, é que os olhos são a porta por onde a lágrimas saem, entretanto, bem antes que isso ocorra, essas gotículas precisam ser devidamente estimuladas pelo cérebro e inúmeras glândulas existentes nele, que são as que promovem todo esse estímulo.

Assim que uma pessoa passa por situações desagradáveis, o seu sistema límbico sente uma grande necessidade de provocar o choro e assim, ele manda as informações necessárias para o cérebro, que passa a formar as lágrimas e que promove o choro.

Todo choro é igual?

As lágrimas que são formadas quando as pessoas choram de tristeza, são exatamente as mesmas que surgem quando se corta cebola, sendo que cada mecanismo tem a sua própria forma de funcionar. Ou seja, quando a pessoa boceja ou chora de tanto dar gargalhadas, o cérebro promove um tipo diferente de estímulo para que as gotículas caiam.

Publicidade

Quando as lágrimas são provocadas por alimentos ou até mesmo por um bocejo, elas são estimuladas mecanicamente através de um tipo de reflexo físico, ou seja, não tem ligação com emoções.

Além dos mecanismos físicos, questões psicológicas e educacionais também podem influenciar nesses estímulos e isso explica porque certas pessoas choram mais que outras. Por exemplo, uma pessoa que é mais rígida, pode ter maior dificuldade de chorar e pode ter maior capacidade de controlar as emoções, enquanto outras mais sensíveis, podem não possuir tal destreza.

Isso explica muito porque algumas pessoas são mais choronas do que outras, porque algumas levam a fama de ser muito emotivas e são, de fato, mais sensíveis do que outras que, por sua vez, levam a fama de serem frias e calculistas.

E você, chora à toa, ou consegue se conter e por isso vive reprimindo as lágrimas? Comente!