A pele da zona púbica que vai escurecendo com o tempo é uma grande dor de cabeça para a mulher que preza por manter uma boa aparência. Embora muitas mulheres não estejam lá muito preocupadas, é bom saber que esse escurecimento da pele é uma doença e que se chama acanthosis nigricans, caracterizada por afetar a pele ao redor das zonas íntimas, o que pode ser bastante traumático.

Essa doença ocorre precisamente em lugares onde a pele fica mais espessa por possuir dobras, como a região pubiana, as virilhas, as axilas, o pescoço, etc. Esse problema cutâneo costuma ser muito mais agressivo e complicado se a pessoa tem a pele muito escura, como os afrodescendentes, em pessoas obesas ou que sejam resistentes à insulina.

Essas manchas surgem quando a pele vai perdendo elasticidade, seja por conta do envelhecimento natural, seja pelo uso de roupas muito apertadas, o que provoca um aquecimento excessivo na região. Gravidez e infecções vaginais também são motivos para a pele da zona púbica ir escurecendo.

Um dos tratamentos para o problema é o clareamento a laser, na qual se aplicam feixes de luz e calor, melhorando o aspecto da pele na região, que se renova. Porém, há muitos outros métodos naturais de eficiência comprovada, como mostrados a seguir.

Limão: o ácido do limão remove as células mortas, equilibrando a cor natural quando penetra na parte superior da epiderme. É bom tomar o suco de limão e massagear com um algodão a zona enegrecida em movimentos circulares; deixar agir por 15 minutos e enxaguar com bastante água. Para que a pele não fique ressequida, aplicar depois um hidratante natural. Importante não pegar sol nas 24 horas seguintes. Não se aconselha raspar a zona da #virilha antes de aplicar o limão, pois arderá muito.

Limão com pepino e açafrão-da-terra: adicionar suco de limão a meio pepino descascado e amassado com um garfo até virar uma pasta homogênea, adicionando um pouquinho de açafrão-da-terra (cúrcuma). Aplicar a mistura na região que deseja #clarear e deixar agir por 20 minutos. Lavar com bastante água. Repetir o procedimento duas vezes por semana. O pepino é adicionado ao limão para suavizar uma eventual irritação que o limão possa provocar. A cúrcuma é um poderoso branqueador natural, que também pode ser utilizado para clarear os dentes, como ensina Bela Gil.

Sândalo e água de rosas: misturar uma colher de pó de sândalo com 10 gotas de água de rosas. Aplicar sobre a área púbica após o banho e deixar agir por 20 minutos. Em seguida, enxaguar bem. Pó de sândalo tem sido usado por gerações para aliviar e suavizar a pele. A água de rosas é hidratante que ajudar a clarear. Aplicar essa combinação três vezes por semana. Esses produtos podem ser encontrados em lojas de produtos naturais ou mercearias indianas

Babosa (aloe vera gel): pode ser usado tanto a babosa natural como o gel de aloe vera comprado na farmácia. A "baba" a ser aplicada sobre a região escurecida se obtém cortando um pedaço da planta e espremendo. Aplicar no lugar desejado e deixar agir por 20 minutos. A seguir, lavar com água morna. Recomenda-se aplicar uma vez ao dia depois do banho. Pode ser usado sem contra indicação durante anos para combater o escurecimento da pele.

Iogurte natural: é preciso que seja um iogurte completamente natural, sem adição de açúcares. Massagear o iogurte na região e deixar agir por 15 minutos. A seguir, lavar com água morna. Repetir diariamente durante semanas, que os resultados irão aparecer.

Farinha de Grão-de-bico: um poderoso esfoliador e clareador da pele. Fazer uma pasta grossa, adicionando água, e aplicando na zona desejada, em movimentos circulares. Deixar secar e lavar com água tépida. Pode-se repetir três vezes por semana.