Sem dúvidas você já ouviu alguém falando sozinho ou até mesmo já se pegou falando só. O hábito de falar sozinho pode ser muito bom para te ajudar em determinadas tarefas, entretanto, pode representar algum problema.

Patrícia Spindler, psicoterapeuta e psicóloga, pensa que é mais comum as pessoas pensarem nas coisas ao invés de saírem falando por aí sozinhos. Entretanto, há pessoas que utilizam deste hábito para estudar, como por exemplo. Pessoas que falam sozinhas e são pegas de surpresa tendem a dar aquela velha desculpa do "pensei alto", pois sentem-se constrangidas com a situação.

Existem diversas pessoas que se sentem melhores ao falarem sozinhas, pois dizem que fixam melhor as atividades que têm que fazer, pois segundo a especialista, verbalizar o que se está lendo ou escrevendo, melhora a fixação e ajuda a construir o pensamento.

Publicidade
Publicidade

Há também outro ponto em que falar sozinho não é considerado um problema, quando uma pessoa fala pequenas frases de incentivo, como por exemplo: quando atletas falam sozinhos dentro das quadras.

Quando falar sozinho torna-se um problema?

A especialista comenta que, neste caso, a pessoa se esquece que está rodeada de outras pessoas e passa a se sentir como se estivesse sozinha. Ela explica que a pessoa passa a evitar contato visual ou até mesmo evita se comunicar com aqueles que estão ao seu redor, pois acha que está sozinha a todo momento.

O tratamento para esses casos é feito a partir de uma série de avaliações de todas as atitudes e do que está acontecendo com a pessoa, ou seja, para tratar tal distúrbio é necessário buscar um psicólogo para fazer o estudo do caso. Algumas pessoas se sentem constrangidas e não procuram um especialista para cuidar deste problema, que poderá piorar com o decorrer do tempo.

Publicidade

O caso é dado como estado de consciência alterado, que nada mais é do que a pessoa se desprender das pessoas ao seu redor e passar a viver como se somente ela existisse. Os casos geralmente são agravados pelo uso de drogas, medicamentos ou consumo excessivo de álcool, entretanto, podem existir casos que começaram do nada. #Sociedade #Dicas #Comportamento