A Petrobras sempre movimentou a economia da indústria do petróleo e gás do Brasil, que já foi responsável por incríveis índices monetários do PIB nacional, isso é fato. Só que quando pensamos em combustíveis fósseis, logo vem à mente a estatal Petrobras, a soberana em nosso território, o que não deixa de ser verdade. Mas será que você sabia que ela não é a única a explorar petróleo em nossas terras?

Por incrível que pareça, há incríveis 49 petrolíferas em nosso país atuando na extração do óleo, tanto no mar quanto em terra. Apesar de ser tantas empresas, toda elas juntas não conseguem chegar a 30% da produção da Petrobras, os motivos você já sabe quais são.

Publicidade
Publicidade

No nosso país, essas mesmas podem até não ter tanta notoriedade, mas, em terras estrangeiras, algumas dessas são multinacionais são colossais no que fazem.

A 2 anos atrás, essas 49 petrolíferas produziram petróleo em nossos ativos, sendo que 28 empresas trabalharam em 369 sítios de produtividade, desses, 97 offshore e 272 onshore, em mais de 10 estados brasileiros.

A ANP (Agência Nacional de Petróleo) fez estimativas e liberou esse senso agora em 2017. Essas análises mostram que foram produzidos, em 2015/2016, cerca de 889 milhões de barris e 35 bilhões m³ de gás.

Nas próximas linhas, você conhecerá todas as concessionárias que estão operando aqui, quanto elas produzem de petróleo e gás aproximadamente.

Petrobras - Ela foi fundada pelo ex-presidente Getúlio Vargas. Sua intenção era produzir petróleo sob interesses da união.

Publicidade

Ela produz mais de 742 bilhões de barris de petróleo ao ano e 28 bilhões m³ de gás.

Repsol Sinopec - Criada em 2010, ela ocupa posições estratégicas aqui no Brasil. Sua a produção chega a 18 bilhões de barris e 661 mil m³ de gás.

Statoil Brasil - Ela é a maior operadora da Terra, atuante em mais de 30 países e norueguesa. Aqui no Brasil ela produz cerca de 15 bilhões de barris ao ano e 22 mil m³ de gás.

Petrogal Brasil - Situada na cidade de Recife, em Pernambuco, é uma empresa privada fundada em 1999, e sua produção é de mais de 12 bilhões de barris ao ano, com 571 m³ de gás

Shell Brasil - Criada em 1987, nos dias de hoje ela atua em mais de 70 países, tanto na exploração de petróleo quanto na venda de combustíveis. No Brasil ela produz cerca de 13 bilhões barris e 159 m³ de gás

Sinochem - Ela é a petrolífera estatal da China criada em 1950 e, hoje em dia, ela tem mais de 300 subsidiárias espalhadas pelo mundo. No nosso território, sua produção média é de 10/14 barril/gás ano.

Parnaíba Gás Natural - Especialista em campos terrestres de exploração de gás e um pouca parcela de petróleo, seu volume de produção é baixo mais e continuo, cerca de 3 mil de óleo cru, mas a produção de gás, chega a incrível marca de mais de 1 bilhão m³ anual.

Publicidade

Queiroz Galvão - Empresa 100% brasileira, criada em 1953, que, apesar de estar envolvida nos escândalos de corrupção, ainda está prestando serviços no ramo de petróleo e gás. Seu volume de produção é de aproximadamente 79 milhões de barris de petróleo e 999 milhões de m³ gás.

ONGC Campos - Criada no ano 2000 com sede no Rio de Janeiro, ela produz cerca de 4.500 milhões bbl/48 mil m³ gás.

As demais empresas a seguir, você poderá pesquisar na internet e se candidatar em seus processos seletivos nos sites oficiais. Segue a lista: OGX, Chevron Frade, QPI Brasil Petróleo, HRT O&G, BPMB Parnaíba, Chevron Brasil, Frade, Brasoil Manati, Geopark Brasil, Gran Tierra, Petrosynergy, OP Pescada, Nova Petróleo , OP Energia, UTC EP, SHB, Partex Brasil, Recôncavo E&P, Santana, ERG, Alvopetro, Panergy, Sonangol Guanambi, Vipetro, Severo Villares, EPG Brasil, Central Resources, Petro Vista, Aurizônia Petróleo, Phoenix, UP Petróleo, Egesa, Genesis 2000, Guto & Cacal, TDC, Nord, Oeste de Canoas, Phoenix Petróleo e Quantra. #Economia