O gato-de-bengala, ou Bengal, é doméstico, descendente do leopardo asiático. Alguns lugares do mundo exigem uma licença para domesticá-lo e criá-lo. É um animal de tamanho médio que pode pesar de 5 a 9 kg, tem pelo curto e estrutura forte. Seu focinho é largo e cheio, os olhos são grandes, normalmente azuis. Sua calda é fina e longa, muito suave ao toque.

O primeiro bengal cat domesticado que se tem registro tinha o nome de Kin Kin e nasceu em 1963. Sua criadora foi Jean Sugden. A raça foi reconhecida em 1985, pela Federação Internacional felina.

O Bengal possui um toque de beleza selvagem unindo a amabilidade do gato doméstico.

Publicidade
Publicidade

Ele é resultado do cruzamento do Leopardo Asiático e o gato doméstico, na tentativa de criar um animal exótico, com temperamento dócil. Seu pelo possui tons dourados, cobres, marrom, laranja, areia, prata e marfim. Seu temperamento é ativo e alegre, interage muito com as pessoas e outros animais. É uma raça muito inteligente, podendo ser ensinado a passear de coleira, sendo perfeitos para pessoas que querem brincar e interagir com ele constantemente. Ele é independente, mas exige atenção e carinho, sendo tratado como integrante da família.

No Brasil, é difícil encontrar filhotes para vender, pois existem poucos criadores. Existe um gatil no Rio de Janeiro especializado na raça Bengal, filiados a Tropicats - Federação Felina Sul-Americana - e a FIFE - Clube do gato do Rio de Janeiro. Eles estão localizados na cidade de Maricá - RJ.

Publicidade

Eles têm uma linhagem nacional e internacional, com consultoria de veterinários para auxiliar no manejo, excelente estrutura física para acomodar os animais, baias amplas, confortáveis, em contato com a natureza, respeitando critérios modernos de bem estar do animal. 

Para quem está no estado de São Paulo existe um gatil em Itapira que se chama Bengal Brasilis. É um gatil que conta com total transparência em sua criação, monitorando os #Gatos 24 horas por dia. 

E você, ficou com vontade de ter um? Me interesso muito por felinocultura e confesso que adoraria ter um gato desta raça.