Poucos conhecem a história sobre a bandeira LGBT, que representa as lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e representa também os transgêneros. A sigla LGBTQIA+, que ainda é pouco vista, tem um significado mais amplo: o “Q” representa uma pessoa que se define queer, a letra “I” representa pessoas intersexuais, o “A” representa assexuais e o “+” representa aqueles que não são nem cisgênero ou hétero.

O criador da bandeira #LGBT foi Gilbert Baker. A intenção dele com o símbolo seria combater o preconceito, protestando contra as guerras que eles viviam na época. Baker, depois de servir o exército algum tempo, foi um grande artista r um ativista que defendia e apoiava a causa LGBT.

Publicidade
Publicidade

Ele se envolveu intensamente no movimento LGBT nos anos 1970, junto com o ativista gay Harvey Milk, no intuito de unir a comunidade LGBT. Baker criou a bandeira original em 1978 para o dia da liberdade gay em São Francisco, nos Estados Unidos, onde hoje é comemorada a parada LGBT.

Cada cor da bandeira LGBT tem um significado que poucos sabem. Antes de uma mudança, a bandeira original tinha oito cores: o rosa era a cor da sexualidade; vermelho, a da vida; laranja, cura; amarelo, luz do sol; verde. Natureza; turquesa; mágica/arte; anil, a harmonia e a serenidade; por fim, violeta simbolizava o espírito humano.

Mas, depois de um certo período, as cores foram diminuídas para seis, que são usadas até os dias de hoje, tendo vermelho, laranja, amarelo, verde, turquesa e violeta. Mesmo com a morte Baker, que aconteceu que poucos dias, no dia 31 de março, aos 65 anos, a luta contra o preconceito continua.

Publicidade

O grito da liberdade dos LGBTs são exibidos nas paradas LGBTs que acontecem todos os anos em várias partes do mundo e do nosso país. O preconceito tem que acabar.

Conforme uma pesquisa realizada pelo portal UOL, só em 2015, 318 Homossexuais foram assassinados no Brasil por conta de preconceito. Vivemos em pleno século 21 e já está na hora de não só no Brasil, mas o mundo ter mais igualdade, saber aceitar a escolha sexual de cada pessoa.

Menos preconceito e mais igualdade mundial. Por esse motivo, anualmente, ocorrem as paradas LGBT. Em busca de mais igualdade! #BandeiraLGBT #SímboloLGBT