Um homem que estava sendo procurado pela Polícia por agressão sexual contra uma adolescente foi preso na manhã de quarta-feira (14). O acusado de ter cometido o ato indecente tem 61 anos. Para as autoridades locais, ele é o principal suspeito que aparece em dois vídeos divulgados em redes sociais abusando de uma menina de 12 anos. O suspeito estava foragido desde segunda-feira (12), quando a mãe da menina fez uma denúncia contra ele na delegacia da cidade de Aparecida de Goiânia. O sujeito foi apreendido na zona rural da cidade de Ipameri, a cerca de 206 quilômetros do local onde o crime aconteceu.

Mãe da vítima foi quem fez a denúncia

De acordo com a polícia, a própria companheira do acusado foi quem registrou uma queixa contra o acusado, após ter gravado o homem abusado da filha. A mãe da menina disse que havia suspeitado do comportamento dele com a filha. O idoso começou a oferecer à vítima presentes caros, mas o que mais chamou a atenção da mãe da menina foi o fato de o companheiro presentear apenas a vítima. Porém, o homem não dava nada aos outros irmãos da menina.

Os vídeos

Desconfiada das atitudes do homem, a mulher resolveu gravar o comportamento do marido, enquanto ela estava fora de casa. O primeiro vídeo tem cerca de 30 segundos. Nas imagens chocantes, a menina está preparando um lanche, de repente o homem já aparece acariciando e tocando nas partes íntimas da enteada. Em determinado momento do vídeo, ele chegar a abaixar o shorts da menina; em seguida sai do local, desconfiado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O segundo vídeo tem apenas 18 segundos e o sujeito aparece sentado em uma cadeira, já acariciando os seis da menina.

Na gravação, o homem aparentava estar preocupado com alguma coisa, pois, fica olhando de um lado para o outro. Porém, os abusos continuam até o final do vídeo. Durante os abusos, a menina não demonstra nenhuma reação e apenas continua fazendo sus obrigações de casa. Durante as gravações, a mãe da menina, identificada como Ilda Helbingen, disse que tinha ido à casa de uma vizinha, mas havia deixado o celular escondido na cozinha, gravando o comportamento do indivíduo.

Quando a mulher olhou o celular, viu o ato ilícito praticado pelo companheiro. Ela disse que confrontou o homem a respeito do fato e, em resposta, ele confessou o crime, alegando ter sido um ato de fraqueza da sua parte e isso não ia mais acontecer. O casal teve uma discussão e o homem acabou saindo de casa. A mulher também questionou a filha sobre os abusos e a menina disse que já estava sendo abusada pelo padrasto há algum tempo.

Ilda foi até uma delegacia da cidade, onde registrou uma queixa contra o ex-companheiro que, desde então, estava foragido da polícia. Na manhã de quarta-feira (14), ele foi preso em uma fazenda. De acordo com a delegada Caroline Borges, que está à frente das investigações, o homem prestou depoimento e um inquérito policial foi aberto para investigar o caso.

Leia também:

Mãe denuncia companheiro após gravar vídeos dele abusando da filha de 12 anos

Pai se passa por filha de 11 anos, marca encontro e agride aliciador; veja

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo