Um homem foi vítima de violência sexual e física na segunda-feira (26), dentro da penitenciária Sílvio Hall de Moura, em Santarém, no Pará. Segundo informações da Polícia, o homem foi abusado pelos próprios companheiros de cela durante uma triagem. Conforme relatos, os detentos ficaram revoltados após ficarem sabendo que o homem tinha abusado sexualmente de duas crianças.

Homem é abusado com um cabo de vassoura

Diante dos fatos, os presos usaram um cado de vassoura para abusar do homem. O sujeito foi levado para atendimento médico em um hospital da cidade. Os agressores vão responder pelo crime de lesão corporal.

O crime de estupro

Na manhã da última quinta-feira (25), um homem foi preso acusado de ter abusado sexualmente de duas crianças. Conforme relatos da polícia, o indivíduo entrou em uma casa no bairro Vista Alegre do Juá, às margens da avenida Fernando Guilhon, em Santarém, e abusou de duas criançasm uma de 7 anos, e a outra de 10.

Homem é segurado pelos vizinhos até a chegada da polícia

A avó das meninas também estava na casa, e, quando viu o sujeito cometendo o crime, logo acionou a polícia relatando o caso. Os vizinhos seguraram o suspeito até a chegada da polícia. O homem foi preso e levado para uma delegacia da cidade para prestar mais esclarecimentos sobre o fato.

Após o depoimento, o suspeito foi levado para a penitenciária de Santarém, onde foi abusado pelos companheiros de cela.

As vítimas prestaram depoimentos acompanhadas das mães e, posteriormente, foram levadas para exames médicos. Os exames constataram o crime de estupro.

Outro caso de violência sexual

Um ex-pastor do Colorado, estado americano, está sendo acusado de ter relações sexuais com uma aluna do ensino médio, porém, em seu aniversário o homem lhe enviou cartão de felicitações pelos 18 anos, que dizia: "Nós somos legais".

O acusado foi identificado como Joshua Clemons, de 35 anos, que é casado, e foi preso pela polícia de Denver, na terça-feira (27), por agressão sexual contra uma menor de idade. O homem trabalhou como pastor juvenil na Cross Roads Community Church em Parker, Colorado, de 2008 até 2017.

Acredita-se que ele tenha agredido sexualmente três vítimas do programa juvenil.

De acordo com a imprensa local, o suspeito teve relações sexuais com a vítima, em Denver, em setembro de 2014 até agosto de 2015. Na época, a jovem tinha 17 anos.

Leia também

Tio viola sobrinha menor e limpa manchas de sangue da roupa para encobrir prova

Homem transmite a própria morte ao vivo no Facebook no dia do seu aniversário

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!