Um rapaz de 22 anos foi morto a tiros ao tentar proteger a mãe de um assalto na noite da última terça-feira (15), em Barra de Guaratiba, zona oeste do Rio. Ele foi atingido no pescoço e não resistiu ao ferimento.

Por volta das 19h30, os criminosos invadiram o estabelecimento comercial da família, localizado na rua Francisco Furtado, e exigiram o dinheiro do caixa. A dona do estabelecimento entregou o que tinha e não disse mais nada, momento que os assaltantes começaram a ameaçá-la.

Temendo pela vida da mãe, o estudante Matheus Lessa se jogou na frente da mulher e foi atingido por dois tiros, um no pescoço e outro no braço.

Ele chegou a ser socorrido, porém faleceu a caminho do hospital Rocha Faria, em Campo Grande.

De acordo com informações passadas por vizinhos, esse foi o segundo assalto que o comércio sofreu nos últimos meses. Não existem câmeras de segurança e o circuito interno dos vizinhos estava desligado.

Mãe está à base de remédios

Parentes de Matheus contaram que a mãe do rapaz está muito abalada com a morte do filho e sob efeitos de remédios. Eles disseram também que apesar de dedicado aos estudos, ele costumava ajudar bastante a família no mercado. Ele tinha acabado de concluir a faculdade de psicologia.

“Era um rapaz que sempre nos ajudou, apesar da rotina de estudos”, falou Vilson Lessa, tio de Matheus. “A mãe dele está arrasada, à base de remédios”, seguiu o parente, que ainda revelou que a mulher tentou correr atrás dos assaltantes.

“Essas pessoas não tiveram pena, nem dó. Tiraram a vida de um garoto.”

Pai não teve coragem de ir ao IML

Luciano Lessa, pai de Matheus, também estava muito abalado, tanto que revelou que não teve coragem de reconhecer o corpo do filho. Ele estava em outro comércio da família quando recebeu a informação sobre assalto. “Corri até lá, mas quando cheguei, o Corpo de Bombeiros já o havia levado”, disse.

“Tinha um futuro brilhante pela frente, aí vem uns psicopatas e tiram a vida do meu filho”, completou.

O delegado da Divisão de Homicídios, Evaristo Pontes, disse que as primeiras informações que a Polícia tem dão conta de que dois indivíduos chegaram ao local em uma moto. A autoridade disse ainda que a mãe do rapaz morto reconheceu um dos assaltantes, que já havia praticado um roubo no local em outra ocasião.

Pintes afirmou ainda que espera encontrar alguma câmera de vigilância para tentar identificar os bandidos. Uma perícia foi feita no local onde o jovem foi morto.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!