O jornalista e apresentador Ricardo Boechat é uma das vítimas fatais do helicóptero que caiu no Rodoanel na manhã desta segunda-feira (11). A informação foi confirmada pelo Governo do Estado. Além do jornalista, o Corpo de Bombeiros encontrou o corpo do piloto carbonizado.

Boechat tinha 66 anos e era apresentador do "Jornal da Band". Além disso, apresentava todas as manhãs um programa na Band News FM e era colunista da revista IstoÉ. A sua trajetória é de grande sucesso no meio jornalístico. Ele já passou por renomados jornais como O Globo, O Dia, O Estado de S.

Publicidade

Paulo e Jornal do Brasil.

O jornalista estava dando palestra em Campinas e no momento do acidente retornava para São Paulo, segundo informaram membros da Band.

No ano de 2014, ele foi eleito o jornalista mais admirado através de pesquisas do site Jornalistas & Cia. O apresentador nasceu em Buenos Aires no ano de 1952.

Nos programas jornalísticos da Band, Boechat costumava dar as suas opiniões sobre diversos assuntos e era um dos porta-vozes do jornalismo da emissora.

Acidente

Conforme informações do G1, o helicóptero caiu na rodovia Anhanguera, em São Paulo, e acabou batendo na parte dianteira de um caminhão que estava na via.

De acordo com a CCR Rodoanel Oeste, além de Boechat e do piloto da aeronave, o motorista do caminhão também teve ferimentos. Vários carros de Polícia foram para a região. As causas do acidente ainda não foram reveladas, no entanto, conforme informações, a aeronave era considerada muito segura.

Discussão

Na semana passada, o apresentador perdeu a paciência e teve um ataque de fúria em um programa de rádio. Ele se irritou com a produção ao vivo e muitos ouvintes acabaram presenciando o fato. Todas as manhãs ele apresentava um programa na Band News FM.

Publicidade

A raiva do jornalista foi em decorrência dele ser cortado pela produção. Boechat anunciava a entrevista de um integrante do Corpo de Bombeiros, quando foi cortado no ar. A produção avisava que a entrevista não aconteceria naquele momento. Ele se revoltou e disse que entregaria nas mãos dos diretores aquela entrevista e quando tudo estivesse normalizado e organizado, ele pediu para que fosse acionado novamente.

Ele chegou a gritar no estúdio e gesticulava contra os profissionais. Algumas pessoas criticaram o comportamento dele.

Vários internautas acreditaram que ele não deveria ter agido assim diante da produção, já que o programa é ao vivo.