Pela primeira vez um canal de TV mostrou a tragédia no momento em que ela aconteceu. A barragem de número 1 da Mina do Córrego do Feijão se rompeu na última sexta-feira (25) causando uma das maiores tragédias humanas e ambientas do país. Até então o que se havia visto de registro sobre a tragédia eram pessoas correndo e a pós-tragédia.

Desta vez, um vídeo em especial mostrado no Jornal Hoje desta sexta (1°) revelou o exato momento em que a barragem se rompe e a tragédia que já vitimou 110 pessoas aconteceu. Nas imagens é possível ver que a barreira de contenção não resiste à pressão da lama e cede, inicialmente, pela base.

Posteriormente toda a contenção é levada pela pressão da lama e sai arrastando tudo.

Em um outro vídeo que foi divulgado pela BandNews por imagens feitas em cima de um guindaste revelam a velocidade com que a lama chega a uma instalação da Vale e o desespero de pessoas tentando escapar do mar de lama. As imagens impressionam pois, até então, são os registros mais elucidativos sobre com a tragédia se sucedeu.

Imagens da TV Globo mostram como a tragédia acontece

As imagens que foram registradas no exato momento do rompimento (às 12h28min24s de sexta-feira) revelam a pressão que a lama desce depois de romper a barragem. Em cerca de três minutos, tudo há quilômetros já havia sido engolido pela lama, que levou pessoas, veículos, vegetação, animais e edificações.

Pouca coisa resistiu à força do tsunami de rejeitos.

Entretanto, além da grande tragédia ambiental, o rompimento da B1 pode se tornar a maior tragédia humana do país. Na tarde desta sexta (1) os números oficiais já apontavam 110 mortos, sendo que 71 já foram identificados. Destes, 60 já foram liberados às famílias e 11 ainda continuam no Instituto Médico Legal.

Também existem ainda 238 desaparecidas, lembrando que desde de sábado, ninguém mais é encontrado com vida no local.

Outro ângulo mostra a lama engolindo uma instalação da Vale

Um outro vídeo que foi divulgado pela BandNews mostrou um outro ângulo, também inédito da tragédia.

Uma câmera instalada no topo de um guindaste mostrou a lama chegando nas instalações e arrastando tudo que estava pela frente. Primeiro é possível ver uma tempestade de terra no lado esquerdo do vídeo. Na sequência da imagem, a onda chegando e devastando.

Do lado direito do vídeo, porém, é possível ver o outro lado da tragédia. Pessoas tentando correr de forma desesperada e veículos dando partida e tentando escapar do local pode onde a lama passaria. A imagem ainda se torna mais trágica, pois é possível ver a onda de rejeitos levando os veículos e instalações (provavelmente com pessoas dentro).

Siga a página Curiosidades
Seguir
Siga a página Natureza
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!