O corpo de uma criança recém-nascida foi encontrado por cachorros na manhã desta quarta-feira (27). O bebê estava enterrado no quintal de uma casa, situada no bairro Rosa dos Ventos, na cidade de Parnamirim, região metropolitana do Rio Grande do Norte. A dona da casa e sua filha, que seria mãe do bebê, foram encaminhadas para a delegacia onde prestaram esclarecimentos. Elas não tiveram seus nomes revelados pelas autoridades.

Em seu depoimento na da 1ª delegacia de Parnamirim, a jovem de 20 anos relatou ao delegado Luiz Lucena que estava grávida de oito meses, durante a madrugada entrou em trabalho de parto e teve o filho sozinha.

Ela relatou também que após engravidar do namorado foi abandonada por ele e por isso escondeu a gestação dos familiares por não ter condições financeiras de cuidar da criança. Desde então, ela passou a usar roupas largas para disfarçar a barriga. A jovem afirmou não saber se a filha nasceu já morta ou estava viva quando foi enterrada e exames apontarão a causa a morte. “Ela disse que entrou em trabalho de parto e pariu sozinha”, falou o delegado.

A jovem foi detida e será autuada por infanticídio e ocultação de cadáver. Uma audiência de custódia determinará se ela permanecerá presa. Sem advogado, a jovem deverá ser assistida por um defensor público.

Encontrada por cachorros

Foi a mãe da jovem, que trabalha como babá, quem encontrou o corpo da recém-nascida logo pela manhã.

Segundo seu depoimento, ela acordou durante a madrugada com o latido dos cachorros, mas com medo, preferiu esperar o dia amanhecer para saber o que estava acontecendo. Ao chegar no local se deparou com uma das pernas da criança saindo da terra e os Animais em volta. Ela estava sem roupas e em um saco plástico. Uma placenta também estava no local.

Acreditando que o corpo tinha sido jogado no quintal pelo muro por algum vizinho, um primo da jovem comunicou a Polícia Militar.

Ao chegarem na casa, os policiais desconfiaram da Mulher, que apresentava dificuldades para andar e tinha intenso sangramento. Ela foi levada para a na unidade de pronto-atendimento de Parnamirim, onde recebeu atendimento médico e depois encaminhada para a carceragem.

No mês passado, em Mossoró, também no Rio Grande do Norte, uma mulher foi presa após jogar pela janela do banheiro de seu apartamento o filho recém-nascido após ter dado a luz no local.

Assim como no caso de Parnamirim, os pais da jovem desconheciam a gravidez da filha. A jovem foi presa.

Siga a página Mulher
Seguir
Siga a página Animais
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!