A mãe de Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos e um dos dois autores do massacre em Suzano, falou rapidamente com a Band nesta quarta-feira (13). A mulher, que segundo a reportagem da emissora e outros veículos de comunicação é dependente de crack e mora nas ruas, disse que o filho sofria bullying na escola, mas que também estava tentando entender qual era a motivação do crime bárbaro cometido pelo filho.

O crime que matou oito pessoas, incluindo um dos tios de Guilherme, além de cinco alunos e duas funcionárias da escola, começa a ser desvendado pela Polícia, após coleta de provas e depoimentos.

Já se sabe que Guilherme estudava na escola e saiu, sem dar satisfação aos avós, que eram seus responsáveis legais. Ele era criado pela avó, uma vez que seus pais lhe abandonaram para morar na rua. O avô do atirador falou em entrevista à revista Veja que os dois eram dependentes químicos. A avó de Guilherme, porém, morreu há pouco tempo.

O mesmo avô, que não quis se identificar segundo a revista Veja, também disse que o jovem recebia um tratamento de pele contra acne, pois ele não gostava das espinhas no rosto. O senhor abonava a conduta do neto, que nunca teria se envolvido com drogas. Entretanto, conforme a mesma publicação, um colega de Guilherme negou que ele sofresse bullying e disse que era comum o rapaz publicar fotos de armas nas redes sociais.

Fórum extremista

As investigações apuram se Guilherme e Luiz Henrique de Castro, o outro autor do massacre, de 25 anos, participavam de um fórum extremista na internet.

Segundo reportagem do portal R7, os dois teriam pedido dicas de como realizar a chacina no grupo, que é conhecido por ser aberto a discussões sobre prática de crimes

Cabe lembrar que, pouco antes da chacina, Guilherme ainda postou cerca de 20 fotos em suas redes socais portando armas, usando a balaclava que também foi usada no crime e fazendo gestos obscenos.

Outra situação que a polícia identificou, é que, muito provavelmente Guilherme matou o comparsa, Luiz, para depois se matar.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!