Atiradores invadiram uma Escola em Suzano, há cerca de 50 quilômetros da capital paulista, e começaram a atirar em alunos e funcionários no local. Muitas informações têm chegado que começam a conduzir as investigações da Polícia, inclusive, sobre a possível premeditação do crime, já que os jovens prepararam artefatos que simulavam bombas, compraram o revólver calibre 38 há duas semanas e alugaram um carro para cometer o crime.

Entre as armas usadas pelos assassinos estavam uma machadinha, uma besta (espécie de arco e flecha na horizontal), além de um revólver 38 com várias munições.

O resultado da chacina foram, até agora, 8 mortos, sendo um deles um dos tios do atirador, um empresário do ramo de veículos, cinco alunos e duas funcionárias da escola. Entre as vítimas também estão os dois atiradores, que se refugiaram em uma sala da escola e se mataram, diante da chegada da tropa da polícia.

Os nomes dos assassinos foram revelados e eles são ex-estudantes da Escola Estadual Raul Brasil Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos.

Motivação do crime ainda é uma incógnita

Cabrini, do SBT, já adiantava, mesmo antes da confirmação da polícia, que os dois seriam mesmo ex-alunos (ou alunos) da escola, palco da tragédia e que a motivação poderia ser algo que envolvesse bullying, ou rixa.

A primeira informação foi confirmada, mas a motivação ainda deverá ser estudada pela polícia.

De todo modo, o que se sabe é que os dois rapazes eram vizinhos e provavelmente planejaram tudo em conjunto. Primeiro a dupla parou o carro na frente da empresa do tio de Guilherme, Jorge Antônio Moraes. O sobrinho teria descido do carro, discutido com o tio e dado-lhe três tiros. O homem não resistiu e está entre as vítimas fatais. Logo depois, voltou ao carro e ao lado de Luiz Henrique, andaram cerca de 500 m, pararam o carro em frente à escola e desceram armados.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia Escola

As duas primeiras vítimas foram duas funcionárias da escola, identificadas como Eliana Regina e Marilena Ferreira.

Depois partiram para atacar os alunos e mataram cinco deles. Ainda existem vários feridos, inclusive, segundo a EBC, dois deles estão em estado grave.

Vídeos de câmeras de segurança e de pessoas que estavam no local mostraram os bandidos chegando ao local e alunos em desespero, tentando fugir do local e preservar suas vidas.

Alguns alunos foram filmados correndo para fugir da escola, diante o caos que se formava no interior a escola.

Veja um vídeo divulgado pela Record TV mostrando os dois chegando e logo depois, alunos fugindo pelo portão. Na sequência vídeos que mostram o terror e caos dentro da escola.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo