Um homem foi detido nesta última quarta-feira (17), em Passos (MG), suspeito de abusar da própria sobrinha, portadora de deficiência mental. Filmagens mostraram o momento em que o homem estaria praticando o abuso contra a mulher deficiente. O abuso foi flagrado por familiares, que também foram responsáveis pelo registro da ocorrência. Apesar de ter sido detido só nesta quarta, o homem teria cometido os abusos no último dia 31 de março. Na ocasião, a família da mulher filmou os abusos cometidos pelo homem e realizou uma denúncia na Polícia.

Publicidade
Publicidade

Delegado fala sobre o caso

Segundo informações concedidas pelo delegado Danilo Gustavo Silva Costa ao portal G1, uma familiar da mulher viu o primeiro indício de um possível abuso. Ela notou que o homem estava colocando sua mão dentro do short da mulher. Ao perceber que algo não estava certo nesta situação, ela resolveu alertar mais pessoas para que as medidas fossem tomadas. Em seguida, ela relatou o ocorrido para outros membros da família ficarem atentos a respeito das ações do tio para com a sobrinha, que estavam um tanto quanto suspeitas e poderiam indicar algo pior.

Publicidade

Um dos familiares da mulher, para registrar o momento, esconde-se dentro de um carro, e lá de dentro gravou cerca de cinco vídeos que somados dariam 40 minutos de gravação onde mostra os momentos em que o homem coloca a mão dentro do short da mulher, entre outras ações suspeitas. Nas imagens o homem abusa várias vezes da mulher. As provas foram levadas para a polícia no momento em que os familiares registraram a ocorrência a respeito do fato.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Sobrinha com deficiência não podia se defender

A mulher vítima dos abusos tem 37 anos. Mas ela possui uma grave deficiência mental e desta forma não conseguiria reagir adequadamente às ações do homem contra ela. Uma irmã da vítima alegou também que o homem anteriormente já havia tentando práticas abusos sexuais contra ela. O homem, no entanto, alega que não se lembra do que ocorreu no momento.

Ele disse que fazia uso de medicamentos que são controlados, e durante a festa em que estavam ele fez uso de bebida alcoólica.

Ao usar a bebida alcoólica juntamente com o medicamento que ele alega ter ingerido antes, o homem disse que o efeito fez com que ele não se lembrasse ou tivesse noção do que havia feito.

Apesar das alegações feitas pelo sujeito, de 58 anos, ele foi preso em sua residência. Ele deverá responder pelo crime de estupro de vulnerável, visto que, apesar da mulher ser maior de idade, ela não possui controle e entendimento de suas faculdades mentais para reagir aos abusos do homem.

Publicidade

No momento ele foi encaminhado para o Presídio de Passos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo