Um caso muito curioso chamou a atenção do mundo do Futebol, das páginas policiais dos jornais e foi exibido pelo "Fantástico", da TV Globo, neste domingo (19). A Polícia de Minas Gerais prendeu Sonny Clay Dutra durante a partida válida pela Supercopa dos Inconfidentes, enquanto jogavam Peñarol de Ouro Preto e Oito de Dezembro, no estádio Caldeirão da Barra, na cidade de Ouro Preto. O que mais chamou a atenção foi que a polícia teve que interromper o jogo para conseguir prender o suspeito de tráfico

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, Sonny Clay é o maior traficante de pasta base de cocaína do estado.

O "jogador" também era o patrocinador do Peñarol de Ouro Preto, e por isso mandava e desmandava no time. Ainda segundo informações da Polícia Civil de Minas Gerais, Sonny distribuía pacotes com notas de R$ 50 no vestiário para os jogadores que ele contratava antes dos jogos do time.

Mas não eram apenas com dinheiro vivo que o time se beneficiava. Sonny também usava chuteiras personalizadas de alto padrão, igual as que os maiores astros do futebol mundial utilizam. Ele também comprava várias dessas chuteiras e distribuía para os demais jogadores da equipe. As peças são caríssimas e incompatíveis para a realidade de um clube que disputa apenas torneios amadores de futebol no interior de Minas Gerais.

Não foi apenas Sonny Clay Dutra que foi preso nesta operação.

A Polícia Civil de Minas Gerais ainda prendeu a mulher do suspeito, Efigênia Antônia Lopes Dutra, e outros dois jogadores do Peñarol de Ouro Preto. A suspeita é que todos os detidos faziam parte da mesma organização criminosa, já que as acusações contra todos os quatro detidos são iguais: tráfico de drogas.

A suspeita da polícia é que o esquema movimentava milhões de reais.

Isso porque foi encontrado um veículo com aproximadamente R$ 1 milhão em dinheiro vivo, e ainda 16 quilos de pasta base de cocaína, o que poderia render mais de cem quilos da droga pronta para comercialização e consumo.

Ainda não se sabe como ficou a tabela da Supercopa dos Inconfidentes e o resultado da partida entre 8 de Dezembro e Peñarol de Ouro Preto, já que as páginas da competição nas redes sociais não fazem nenhuma menção ao resultado da partida e a continuação do campeonato, com ou sem o Peñarol.

O que dizem os acusados

Os advogados de Sonny e Efigênia não quiseram gravar entrevistas, mas enviaram uma nota ao programa "Fantástico", da TV Globo, e revelaram que o casal está em processo de separação e que ambos possuem ocupações lícitas. Segundo a nota, os advogados de defesa ainda não tiveram acesso à denúncia e que os suspeitos pretendem colaborar com as investigações e provar sua inocência.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!