Foi encontrado morto na noite do último sábado (1º), em uma rodovia na cidade de Valinhos (SP), o cantor Tales Volpi, conhecido como MC Reaça. Ele tinha 26 anos e foi autor de algumas músicas a favor de Jair Bolsonaro que circularam nas redes sociais durante a campanha presidencial. O presidente usou as redes sociais para lamentar o falecimento do cantor.

A causa da morte não foi divulgada pelos familiares, mas suspeita-se que ele tenha tirado sua própria vida. Na mesma noite, havia sido registrado um boletim de ocorrência contra o artista por uma suposta agressão contra uma mulher com a qual ele teria um relacionamento.

De acordo com informações passadas pela Polícia, o corpo do cantor foi encontrado na altura do quilômetro 116 da rodovia Dom Pedro 1° e tudo indica que tenha sido suicídio, causa que foi registrada no Boletim de Ocorrência. No local também foi encontrada uma motocicleta, R$ 602 em dinheiro e uma mala com roupas.

Uma reportagem publicada pelo jornal Estado de S. Paulo informou que um funcionário da concessionária que administra a rodovia viu Tales estacionando a moto e indo para o local onde foi encontrado com uma corda na mão.

Uma nota de pesar foi postada nas redes sociais do cantor. O texto destacava que Tales era “um cara grande demais para um mundo tão pequeno” e dizia que ele “queria mudar o país”. O velório ocorreu na tarde deste domingo (2), em Indaiatuba, região de Campinas, e o enterro foi realizado na manhã desta segunda-feira (3), na mesma cidade.

As paródias com letras bem-humoradas e com forte ataque e ironias a opositores contribuíram para a figura de “mito” que Bolsonaro ganhou durante a campanha eleitoral. Seu canal no YouTube tinha quase 29 mil inscritos.

Presidente lamenta a morte do cantor

Por meio das redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), lamentou a morte do MC e destacou o apoio que teve dele durante sua campanha no ano passado.

“Tinha o sonho de mudar o país e apostou em meu nome por meio de seu grande talento”, escreveu o chefe do executivo, que ainda enviou condolências aos familiares. Carlos Bolsonaro e Eduardo Bolsonaro, filhos do presidente, também lamentam a morte do MC.

Na mesma noite, mulher o acusou de agressão

Ainda no sábado (1º), na cidade de Valinhos, uma mulher registrou boletim de ocorrência contra MC Reaça por agressão.

No registro, a vítima é apontada como namorada do cantor. Com edemas no olho e na face, além de fraturas no maxilar, ela foi levada ao Hospital Augusto de Oliveira Camargo e, de acordo com boletim médico divulgado pela instituição, seu estado é estável. Ainda de acordo com o Estadão, a mulher seria um caso extraconjugal do cantor e teria sido agredida por ele após revelar que estava grávida.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!